TAP Portugal cresceu 40% nos últimos cinco anos

A companhia aérea portuguesa aumentou a capacidade de transporte em 39,8% e teve um crescimento do tráfego de 40,1% nos cinco anos em que Fernando Pinto lidera a gestão executiva da TAP. Além disso, a queda do coeficiente de ocupação registrada com a alteração de rotas em 2001 e o impacto na aviação dos atentados de 11 de setembro já foi recuperada. A companhia teve em 2005, um aumento do número de passageiros em 5,5%. O destino que teve maior incremento (26%) foi a Venezuela. As rotas européias transportaram 354 mil passageiros a mais que em 2004, principalmente para Lisboa. Para o Brasil, o incremento foi de 76 mil passageiros. O coeficiente de ocupação da TAP em 2005 foi de 72,3%, 1,9 pontos percentuais acima do ano anterior. Nas linhas da América do Norte, a taxa de ocupação subiu de 79,5% para 84,7% e nas rotas do Brasil a melhoria foi de 79% para 80,8%. O aumento da receita em 2005 foi de 7,2%, acima dos 5,5% de aumento do número de passageiros, mas abaixo dos 9,5% de crescimento do tráfego. 09/02/06

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn