KC-390 Millennium da FAB lança carga na Antártica

Pela primeira vez, o KC-390 Millennium da FAB, aeronave pilotada pelo Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1°/1°GT) – Esquadrão Gordo, realizou o lançamento de carga..O Esquadrão Gordo, Unidade responsável por essa missão, transporta cargas, víveres, equipamentos, roupas e cartas para a estação. Isso ocorre em até dez viagens por ano. E, desde o início, somente o C-130 Hércules, uma das aeronaves da FAB, tinha condições de operar durante todo o ano na Antártica.

A Chefe da seção de operações do Esquadrão Gordo, Major Joyce de Souza da Conceição, comenta a nova fase operacional, com o C-130 Hércules sendo substituído pelo KC-390 Millennium, nas missões futuras no Continente Antártico. “O cumprimento dessa missão hoje representa um marco para a FAB, um momento histórico para o Esquadrão. A aeronave C-130, durante 39 anos, cumpriu com excelência o programa antártico brasileiro e, no dia de hoje, cada integrante que faz parte dessa história pode sentir-se orgulhoso ao ver refletido no que foi feito o seu legado de abnegação, dedicação, profissionalismo”, relata a piloto.

O Esquadrão Gordo, responsável pela Missão de Ressuprimento Aéreo, utilizou o método CDS, (do inglês Container Delivery System), com o lançamento da carga acondicionada em oitos pacotes. Aproximadamente 2.000 quilos de suprimentos materiais foram enviados para os integrantes da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF).

“O KC-390 está sendo colocado à prova para poder lançar cargas  pelo CDS na Baía do Almirantado. “Na região, os ventos giram em torno de 100 km/h, isso é um desafio tanto para a tripulação quanto para o aparelho de pontaria, que precisa posicionar a aeronave na condição de lançamento, sem margem de erro, permitindo, assim, que o sistema faça o calculo correto, prevendo o lançamento da carga na zona estabelecida pela Marinha do Brasil. Nesse sentido, salienta-se que a altura do lançamento é entorno de 200 metros (600 pés) em uma velocidade de 150kt. Cerca de 270km/h”, explica o Comandante da Missão, Major Aviador Flávio Diniz Pereira.

A EACF é uma base antártica pertencente ao Brasil e está localizada na Ilha do Rei George, cerca de 130 quilômetros da Península Antártica, na baía do Almirantado, sendo considerada uma das maiores estações de pesquisa da Antártica. No inverno, período em que o mar está congelado, o acesso torna-se ainda mais difícil, sendo necessário realizar lançamento aéreo de cargas para possibilitar o abastecimento de medicamentos, equipamentos e mantimentos que suprem a EACF. A base antártica, mantida pela Marinha do Brasil (MB), desenvolve diversos estudos, denotando a prioridade do PROANTAR para as atividades científicas.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn