Boeing estima mercado para 30.900 aeronaves nos próximos 20 anos

  • Notícias
  • Boeing estima mercado para 30.900 aeronaves nos próximos 20 anos

Como resultado da recuperação da economia mundial e da forte demanda por novos aviões e aeronaves para renovação de frotas, a Boeing prevê um mercado de US$ 3,6 trilhões em novos aviões comerciais para os próximos 20 anos. O relatório estima um mercado de 30.900 novos jatos comerciais para o transporte de carga e passageiros até 2029. O tráfego de passageiros deve crescer a uma taxa anual de 5,3% no longo prazo, impulsionado pelo crescimento econômico das regiões com necessidades diversas de aviões. O segmento de aviões de corredor único continuará liderando o crescimento mundial do setor, devido à proliferação de companhias aéreas de baixo custo nos mercados emergentes como Índia, China e sudeste da Ásia. Ao longo da última década, o segmento de aviões de corredor único ultrapassou o mercado de aeronaves dedicadas aos trajetos de longa distância e continua com tendência de crescimento a medida que a frota mais velha vai saindo de circulação. As companhias aéreas da região Ásia-Pacífico serão as maiores compradoras de aviões de corredor duplo cerca de 40% da demanda total. O Oriente Médio, que tem sido uma das regiões de crescimento mais rápido para as viagens aéreas nos últimos anos, representa outro mercado muito forte. As companhias aéreas vêm crescendo rapidamente e aproveitando-se da geografia, demografia, da tecnologia dos aviões, do crescimento bem coordenado e dos planos de investimento. Os mercados da América do Norte e Europa verão uma demanda substancial por aviões para substituir as aeronaves antigas e menos eficientes. O crescimento forte nos mercados emergentes, com populações dinâmicas e rendimentos crescentes, conduzirá para uma demanda mais equilibrada de aviões no mundo inteiro. A Boeing prevê que as empresas aéreas vão crescer em resposta às preferências dos passageiros por mais opções de voo, tarifas mais baixas e acesso direto a uma gama maior de destinos. As empresas irão focar a oferta de mais voos usando aeronaves mais eficientes, ao invés de usar aviões significativamente maiores. Como resultado, o mercado para grandes aviões é pequeno, estimado em 720 aeronaves. Mas este continua sendo um importante segmento, avaliado em US$ 220 bilhões. É um mercado, em grande parte, de substituição dos aviões existentes, não um crescimento adicional, com 43% da demanda vinda de clientes asiáticos e 23% da procura vinda de clientes no Oriente Médio. A Boeing também projeta crescimento mundial da frota de cargueiros de 1.750 para 2.980 aeronaves. O relatório completo pode ser encontrado no endereço www.boeing.com/cmo . 15/07/10

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn