ATR terá aeronave para pistas curtas até 2024

O fabricante de turboélices ATR está completando a primeira fase de modificações em uma aeronave de teste 42-600 para transformá-la em uma variante para operações em pistas de curta metragem. As mudanças no MSN811 (F-WWLY) para trazê-lo para a “configuração parcial STOL” incluem reforço da fuselagem traseira, instalação dos sistemas de frenagem automática e spoiler de solo, além de ajustes nos computadores de controle desses sistemas. A ATR diz que a próxima fase de testes em solo será seguida pelo primeiro voo da variante STOL. Simone Stanchi, diretora do programa STOL, diz que a fase inicial de testes de voo acontecerá até o final do ano. “Eventualmente vamos parar a aeronave novamente para uma segunda conversão para trazer a aeronave para sua configuração final”, diz ela. Em particular, esta segunda fase de modificação verá a instalação de um novo e grande leme, inaugurando outra rodada de testes, incluindo voos de apoio à certificação; A aprovação europeia está prevista para o segundo semestre de 2024. Um 42-600S totalmente configurado será capaz de pousar em pistas tão curtas quanto 800 m (2.625 pés).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn