ANAC autoriza LATAM a utilizar registro de manutenção digital

A LATAM Brasil acaba de receber autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para implementar o e-Signature, sistema eletrônico de registros de manutenção de aeronaves e componentes aeronáuticos. Com a aprovação, a companhia passa a utilizar esse formato de documento para executar e registrar  as ações de manutenção nas aeronaves Boeing 787-9, o que garantirá mais eficiência, qualidade e ganhos de produtividade, além de atender todos os requisitos da Resolução nº 458 e da Instrução Suplementar (IS) nº  43.9-004da ANAC, que permite o uso de sistemas digitais em substituição aos documentos de papel.

O sistema informatizado chega à companhia para substituir o registro manual impresso de cada ordem de serviço de manutenção programada, que envolve, por exemplo, troca de motor, de rodas, escorregadeira, freios, limpeza interna e externa, além de inspeções diárias e mensais. De acordo com os regulamentos aeronáuticos, todas as atividades de manutenção das aeronaves ou de componentes aeronáuticos devem possuir um registro técnico. Isso se faz necessário para identificar o procedimento realizado, quais referências de manual foram usadas, o responsável pela atividade e, ainda, o período que as ações foram realizadas.

O Projeto e-Signature é mais um importante avanço da LATAM Brasil no uso de tecnologia para melhorar seus processos e ser mais eficiente, além de contribuir para facilitar o trabalho da autoridade aeronáutica. Estamos trabalhando fortemente para registrar as ações de manutenção  de forma eletrônica e utilizar o e-Signature em 100% da nossa frota até agosto deste ano. Começamos pelo Boeing 787-9 porque a aeronave já atende aos requisitos para fazer os registros das atividades de forma automatizada”, destaca Mauro Jun, diretor de Qualidade da LATAM Brasil.

A partir de agora, para fazer o registro eletrônico de todas as ações de manutenção nas aeronaves Boeing 787, a equipe formada por cerca de 67 mecânicos, alocados em 7 bases espalhadas pelo Brasil, receberá as ordens de serviços em iPads e tablets e poderá consultar nos próprios dispositivos todos os manuais de manutenção. Ao executar cada passo das ações de manutenção, o mecânico inclui sua assinatura usando um pin individual e intransferível, o que torna o processo altamente seguro e sem risco de adulterações e inconsistências de informações.

Após a conclusão das ordens de serviço, as tarefas assinadas eletronicamente ficarão arquivadas nos servidores da LATAM e disponíveis imediatamente para consultas. No total, foram investidos cerca de 530 mil dólares no projeto e-Signature, liderado pela área da Garantia da Qualidade da Manutenção, da LATAM Brasil.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn