Airbus fará teste de evacuação do novo jato A380

Depois do entusiasmo e admiração iniciais, muita gente começou a ver o jato Airbus A380 com outros olhos. Especialistas em aviação apontaram, entre outras coisas, o potencial para uma chateação generalizada se em pleno ar, mesmo uma pequena parte dos 853 passageiros (a capacidade máxima do avião) decidir ir ao banheiro ao mesmo tempo. Outro problema mais sério é o da segurança. Calcula-se que o embarque completo dos 853 passageiros possa demorar cerca de uma hora. Normalmente, o desembarque após uma longa viagem demoraria ainda mais e numa situação de emergência, ele teria de ser muito mais rápido.
De acordo com o Wall Street Journal, ainda este ano a Airbus fará um megateste de segurança com o jato, simulando um desembarque de emergência que tem o objetivo de esvaziar o A380 em meros 90 segundos. O teste acontecerá em Hamburgo, na Alemanha. Os 853 voluntários, alguns carregando bonecos no papel de crianças e 20 tripulantes embarcarão nos dois andares da aeronave. Quando ela estiver lotada, começará a simulação de uma emergência. Objetos serão espalhados pelo chão da cabine, luzes serão apagadas e com apenas metade das saídas abertas, escorregadores infláveis serão estendidos para que a aeronave seja evacuada. Uma das preocupações da Airbus é como se comportarão os passageiros do andar de cima, que é muito alto. A empresa quer saber se os passageiros se jogarão no escorregador inflável sem maiores delongas ou se terão medo, acumulando-se na porta até tomarem coragem para saltar. Os testes com o A380 buscam avaliar específicamente a segurança na configuração de 853 lugares, embora seja mais provável que as companhias aéreas utilizem uma de 550 assentos, com divisão de classes (a de 853 assentos teria classe única). Com capacidade máxima, o A380 levará 538 passageiros no andar inferior e 315 no segundo piso. Caso o avião não passe no teste, as autoridades de aviação podem limitar o número de passageiros transportáveis pelo A380, o que poderia atrapalhar os planos da empresa de vender a aeronave para rotas com maior demanda de assentos. 23/03/05

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn