Airbus encerra o ano com ótimos números

O ano de 2005 foi recorde para a Airbus sob todos os aspectos, seja em entregas, vendas ou rentabilidade, onde alcançou uma margem de lucratividade acima do seu objetivo de 10% ao ano.
Durante o ano passado, o fabricante europeu entregou 378 aviões levando as receitas a aproximadamente 22,3 bilhões de euros. Com isso, as entregas acumuladas alcançaram a 4.130 aviões. Em 2005 foram entregues a clientes 289 aeronaves da Família A320 e 89 de fuselagem larga e longo alcance (essencialmente A330 e A340). Isto reflete o rápido aumento nas taxas de produção, para satisfazer à crescente demanda, que ultrapassaram os recordes de 305 unidades de 2003 e de 325 em 2001. Com 1.111 encomendas totais, no valor de cerca de US$ 95,9 bilhões e 1.055 encomendas líquidas, a Airbus manteve sua liderança sob esse aspecto pelo quinto ano seguido. Essas encomendas corresponderam a 52% do mercado como um todo, englobando 918 aviões de corredor único, 166 A330, A340 e A350, 20 A380 e 7 A300F. Portanto, 2005 foi um período melhor que 1998, o melhor ano até então da Airbus, quando ela havia obtido 556 aviões vendidos. As vendas atingidas tanto para a Família A320 como para os A330/A340/A350 em 2005 foram as maiores já alcançadas num único ano para esses produtos. No final do ano, o carnê de encomendas da Airbus atingiu a 2.177 aviões vendidos avaliados em US$ 220,3 bilhões, sendo o maior de sua história e o maior da história da aviação comercial. 18/01/06

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn