Tráfego aéreo de passageiros no Chile cai 1,8% em dezembro

No acumulado do ano as empresas aéreas mobilizaram um total de 26.086.612 passageiros

Durante o último mês de dezembro, as companhias aéreas que operam voos domésticos e internacionais no Chile transportaram um total de 2.271.134 passageiros, o que em comparação com o mesmo mês de 2018 representou uma queda de 1,8%. O baixo percentual responde às conseqüências da crise político-social que o país enfrenta desde outubro e ao impacto que está produzindo em nível econômico com retração da demanda devido às baixas projeções e à queda na chegada de turistas, mas contida pelo aumento de capacidade e festas de fim de ano. Dezembro é o terceiro mês com quedas consecutivas determinadas pelo impacto da crise. Nesse período, as transportadoras com voos internacionais registraram um movimento de 914.592 viajantes, uma queda de 7,4%, enquanto nas operações domésticas houve um aumento de 2,3%, revertendo parcialmente a queda de outubro e novembro. Na participação de mercado, a LATAM registrou uma fatia de 53,9%, seguida pela Sky Airline com 29,4% e JetSMART com 15,7%, além de Aerovías DAP com 0, 9% e ONE Airlines com 0,2%. Apesar da menor queda registrada em dezembro, os bons resultados obtidos nos meses anteriores, impulsionados pelo tráfego doméstico, permitiram fechar o ano com números crescentes. Em 2019, as empresas aéreas mobilizaram um total de 26.086.612 passageiros em voos domésticos e internacionais, representando um aumento de 6,3% em relação ao ano anterior. Mais informações no portal www.desdescl.com. Foto: Renato Oliveira

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn