Simulador do helicóptero EC135 desenvolvido pela Indra recebe a máxima certificação

Equipamento reproduz com total fidelidade o comportamento da aeronave real reforçando a segurança e capacidades dos pilotos

O simulador de voo (FFS) do helicóptero EC135 desenvolvido pela empresa Indra dentro do programa iniciado pela Direção Geral de Armamento e Material (DGAM) focado em descobrir as necessidades de ensino dos pilotos do Exército, obteve a máxima certificação conferida a um sistema deste tipo, a CS-FSTD(H) nível D, que reconhece suas capacidades para reproduzir com máxima fidelidade o comportamento da aeronave real e oferecer um treinamento de nível máximo, que reforce a segurança e as capacidades dos pilotos. O equipamento, desenvolvido com tecnologia Indra junto com a DGAM e o apoio do Exército, é o primeiro simulador de helicóptero certificado pela Agência Estatal de Segurança Aérea (AESA) que alcança o nível D na Espanha. O sistema facilita o treinamento de manobras e procedimentos complexos, que não podem ser realizados com a aeronave real de forma segura, como uma falha de rotor ou algum dos motores. Também permite pilotar em modo noite e dia e em qualquer condição meteorológica. Além disso, os pilotos podem ser treinados utilizando óculos de visão noturna e realizar voos instrumentais, nos quais devem ser guiados somente pelos instrumentos de navegação, operando em condições de baixa ou nula visibilidade. Seu entorno virtual recria as missões as táticas que o piloto irá desempenhar nas diferentes operações do Exército. O simulador eleva o número de horas de preparação prática, acelera a formação do piloto e reduz de maneira considerável os custos de treinamento. Em 2015, a Indra realizou a entrega do Full Flight Simulator (FFS) H225 para o Centro de Treinamento e Simuladores (CTS) da Helibras, no Recreio dos Bandeirantes no Rio de Janeiro, com o objetivo de capacitar operadores dos helicópteros do tipo através de simulações de missões reais desempenhadas por esses modelos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn