Mais um revés do jato regional M90 da Mitsubishi

Avião japonês está atrasado desde 2012

A MHI – Mitsubishi Heavy Industries divulgou que pretende reduzir ainda mais o orçamento voltado para o programa do jato regional Spacajet M90. A empresa não entrou em detalhes de quando irá retomar o programa da aeronave, que atualmente estava em fase de testes para certificação com mais de 2.400 horas de voo. Este é mais um revés na campanha do jato, lançado na feita Internacional de Le Bourget em Paris, no ano de 2007. Esperava-se que a aeronave estaria certiticada em 2012, e que entrasse em operação um ano depois, com a cliente lançadora ANA – All Nippon Airways. Em junho de 2019, o programa foi rebatizado como Spacejet e o jato MRJ90 ganhou o nome M90, jato regional para 76 passageiros, com quatro aeronaves voando na campanha de certificação. O M90 Spacajet também foi testado em Moses Lake nos Estados Unidos, e depois repatriado para Nagoya no Japão.   

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn