Demanda global por viagens aéreas desacelera em maio

Procurac cresceu 7,7% no período, uma desaceleração na comparação com a alta de 10,9% verificada em abril segundo a IATA

A demanda global por viagens aéreas domésticas e internacionais cresceu 7,7% em maio, em relação ao mesmo mês de 2016, informou a Associação Internacional do Transporte Aéreo. Foi uma desaceleração na comparação com a alta de 10,9% verificada em abril. A oferta de assentos nos aviões teve alta de 6,1% na mesma comparação, com aproveitamento das aeronaves de 80,1%, resultado recorde para o mês. Nos cinco primeiros meses do ano, o transporte aéreo global de passageiros acumula expansão de 7,9%, na comparação anual, com aumento de oferta de 6% e aproveitamento dos aviões de 80,4%. O mercado doméstico brasileiro, segundo a IATA, teve aumento de 2,6% em maio, diante de igual mês do ano passado. A oferta cresceu 3,3% na mesma base de comparação, com taxa de ocupação dos aviões de 77,9%. O transporte aéreo global de cargas, por sua vez, cresceu acima da média mensal dos últimos cinco anos, com expansão de 12,7% em maio, diante do mesmo mês de 2016. A oferta de espaço nos aviões cresceu 5,2% na mesma comparação, com aproveitamento de 45,2%. De janeiro a maio, a atividade acumula alta de 10,2% em relação ao mesmo período do ano passado, com crescimento de 3,4% na capacidade e taxa de ocupação de 44,7%.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn