Colômbia dá um passo importante para reiniciar a aviação comercial

País vai reabrir 15 aeroportos em setembro, incluindo o terminal de Bogotá

A International Air Transport Association dá as boas-vindas ao anúncio do presidente colombiano Iván Duque Márquez de reabrir 15 aeroportos em setembro, incluindo Bogotá. Este é um passo importante para o necessário reinício da aviação no país. Com os protocolos de biossegurança aprovados pelas autoridades colombianas e implementados pela indústria, a aviação não se tornará um vetor de disseminação do vírus. A indústria demonstrou que existem todas as salvaguardas para reiniciar as atividades normais do setor. Prova disso são os mais de 70.000 passageiros que viajaram nos últimos cinco meses em voos humanitários e a primeira rota teste entre Bucaramanga e Cúcuta, que já transportou mais de 1.000 passageiros, indicando que há demanda para a reativação do segmento no país. Além disso, nenhuma transmissão do COVID-19 foi relatada nesses voos. A aviação é um catalisador para o desenvolvimento econômico, o progresso e a integração social. Cada vez que uma pessoa viaja, desencadeia um efeito dominó de contribuição, valor e consumo. Antes da crise, a aviação gerava cerca de US$ 7,5 bilhões para a economia colombiana, o equivalente a 2,7% do PIB do país e sustenta cerca de 600 mil empregos diretos e indiretos. Mais informações no portal www.iata.org.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn