Airbus Helicopters avança capacidade de processamento de imagens a bordo para sistemas VTOL

  • Indústria
  • Notícias
  • Airbus Helicopters avança capacidade de processamento de imagens a bordo para sistemas VTOL

Projeto Eagle visa aumentar a capacidade de segurança e automação para plataformas existentes e futuras

Alinhada à sua estratégia de inovação para o futuro do voo vertical, a fabricante Airbus Helicopters está desenvolvendo um sistema experimental de gerenciamento de processamento de imagem a bordo, com o objetivo de realizar aproximações automáticas e pousar em condições desafiadoras, além de preparar o caminho para futuros aplicativos em sistemas autônomos de decolagem e aterrisagem verticais (VTOL). Com o codinome Eagle – Eye for Autonomous Guidance and Landing Extension (Olho para Extensão de Orientação e Aterrisagem Autônoma), este sistema agrupa todas as funções de processamento de imagem do helicóptero e as alimenta no sistema de aviônica, melhorando assim a percepção situacional da tripulação e reduzindo a carga de trabalho do piloto, automatizando e garantindo aproximações, decolagem e aterrisagem nos ambientes mais desafiadores. Os testes terrestres do sistema estão em curso desde maio deste ano e os testes iniciais de voo em um helicóptero de testes começarão em breve. O programa, que poderia ser incorporado em uma variedade de veículos VTOL existentes e futuros da Airbus, se baseia em um pacote optrônico estabilizado em giroscópio, que inclui três câmeras de alta resolução e unidades de processamento de última geração, bem como a análise de vídeo a bordo que oferece funcionalidades avançadas, como detecção e rastreamento de objetos, redução digital de ruído e aprendizagem profunda. As versões futuras do sistema Eagle também integrarão um laser que, combinado com a alta capacidade de processamento, pode abrir a porta para outras aplicações, como uma nova geração de faróis de busca, detecção de obstáculos, e reconstrução do terreno em 3D.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn