Airbus desenvolve novo procedimento para reparo em materiais compostos

Equipe realizou reparo em um protótipo do A350 XWB para testar as técnicas em condições reais

A fabricante europeia Airbus anunciou ter desenvolvido um processo inovador para reparações compostas de aviões de passageiros com um grupo de trabalho da Espanha, Alemanha, Reino Unido e França e validado no modelo A350-900. Enquanto a técnica do processo de reparo não é nova, as ferramentas e o nível de automação são. O grupo de trabalho desenvolveu um jato portátil de reparo robótico que utiliza água misturada com um abrasivo para remover até 500 cm quadrados de material danificado para substituição com nova fibra de carbono. O material composto de substituição é aplicado no local em um aeroporto ou centro de manutenção. Também é nova uma sala limpa inflável, que traz as especificações ambientais utilizadas em fábricas perto da aeronave. A temperatura, os níveis de poeira e a umidade podem ser gerenciados, permitindo realizar o trabalho que requer condições limpas e secas. Durante a certificação do A350 XWB, a equipe usou testes de escala e de fadiga para qualificar seus processos e alcançar o nível 6 de prontidão tecnológica. No final do ano passado, a equipe realizou um reparo em um protótipo em Toulouse para testar as técnicas em condições reais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn