Operação analisa desempenho da aeronave SC-95

Ação irá aprimorar o manual de voo do modelo turboélice Bandeirante

Com o objetivo de atualizar os gráficos de desempenho em subida da aeronave C-95 na configuração de decolagem e aprimorar seu manual de voo, o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) ativou a Operação Bandeirante. Os estudos iniciados em fevereiro deste ano, foram divididos em três fases com voos nas áreas de ensaio de São José dos Campos/SP e contou com o apoio de uma aeronave cedida pelo 1º/ 5º GAV, sediado em Natal, e outra do 1º ETA, localizado em Belém. A fase final, iniciada em agosto, tem previsão de término até a primeira quinzena de setembro com operações sendo realizadas diariamente. Os resultados obtidos embasarão o Relatório de Ensaio, documento que será encaminhado ao Comando de Preparo (COMPREP) para análise e homologação. Em março de 2016, o 1º/5º GAV emitiu um relatório versando sobre a modernização das aeronaves C-95, no qual questionava as configurações de decolagem autorizadas pelo fabricante devido à ausência de algumas cartas de desempenho nos Manuais de Voo da aeronave. Em resposta a esse relatório, o Instituto de Pesquisa e Ensaio em Voo (IPEV) emitiu um parecer técnico, no qual recomendava a execução de ensaios em voo para a determinação do desempenho em subida da aeronave C-95, nos modelos C-95AM e C-95BM, para determinadas configurações da aeronave e em condição bimotor e monomotor, bem como liberação da configuração de decolagem não prevista no manual de voo. Mais informações no portal www.fab.mil.br. Foto: CECOMSAER

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn