Força Aérea Brasileira vai desativar os caças Mirage 2000

Aviões são responsáveis pela defesa da capital federal do País

A Força Aérea Brasileira anunciou que vai desativar a frota de caças Mirage 2000 até o final deste ano, devido ao modelo ter chegado ao limite da vida operacional. Baseados em Anápolis/GO, os caças são responsáveis, principalmente, pela defesa da capital federal do País, Brasília. Com a indefinição na compra de novos caças previstos no programa F-X2, a FAB analisa de que forma será feita a defesa da região, já que o Mirage é utilizado para missões de interceptação. Dos 12 aviões desse modelo, que compõem o 1º Grupo de Defesa Aérea, apenas seis são usados atualmente, já que os demais foram mantidos em terra para o fornecimento de peças aos outros aviões. Foto: CECOMSAER/Sgto. Johnson

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn