Com apoio da FAB, Operação Ágata recupera mais de R$ 83 milhões em ilícitos

Foi realizada no período de 24 de maio até 4 de junho, a Operação Ágata Arco Sul – Sudeste 2022, com a intensificação de ações de patrulhamento, controle e monitoramento na faixa de fronteira, vias navegáveis e área marítima dos estados de São Paulo (SP) e Paraná (PR). Em um ambiente de trabalho interagências, a Operação Ágata faz parte do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), cujos objetivos são a integração e articulação de ações das Forças Armadas, Órgãos de segurança pública e fiscalização da União, estados e municípios, situados na faixa de fronteira e na costa marítima, fortalecendo as medidas de controle, fiscalização, repressão aos ilícitos transfronteiriços e ambientais. A Força Aérea Brasileira participou da Operação com ações de Inteligência, Vigilância e Reconhecimento (IVR), Transporte Aéreo Logístico (TAL), entre outras, empregando mais de 100 horas de voo, com as aeronaves A-1M, KC-390 Millennium, R-99, C-105 Amazonas, P-3AM Órion , RQ-900, E-99, H-60, P-95M Bandeirulha e A-29 Super Tucano na prevenção e repressão dos crimes de contrabando, descaminho e narcotráfico, além de exploração mineral e garimpo ilegais, praticados na faixa de fronteira.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn