Jatos executivos da Embraer têm recordes de velocidade reconhecidos pela Federação Internacional de Aeronáutica

Novas marcas foram registradas pelos modelos Phenom 300, Legacy 450 e Legacy 500

A fabricante brasileira Embraer anunciou que teve recordes de velocidade estabelecidos pelos seus jatos executivos reconhecidos pela Federação Internacional de Aeronáutica (FIA). O modelo Phenom 300 registrou novos recordes em dois voos sobre o Caribe e os Estados Unidos. O primeiro voo partiu de Philipsburg, em Saint Martin, para Fort Lauderdale, nos EUA, em 1° de setembro de 2016. O voo durou 2 horas e 41 minutos, registrando velocidade média de 733,38 km/h (455.7 milhas por hora), percorrendo uma distância de 1,969 km (1.063 milhas náuticas). O segundo partiu de Anchorage no Alasca para Van Nuys na Califórnia, em 28 de abril de 2017. O voo teve duração de 4 horas e 42 minutos. De acordo com a FIA, a aeronave registrou velocidade média de 795,96 km/h (494,59 milhas por hora) e cobriu uma distância de 3.745 km (2.022 milhas náuticas). O Phenom 300 é propulsionado por dois motores Pratt & Whitney Canada PW535E, com 3.360 libras de empuxo cada, tendo velocidade máxima de 838 km/h (521 milhas por hora) e alcance de 3,650 km (1.971 milhas náuticas) com seis ocupantes e reservas para operação NBAA IFR. O jato Legacy 450 conquistou recordes de velocidade em três voos sobre os Estados Unidos, Austrália e Indonésia. O primeiro voo partiu de Oakland, na Califórnia para Maui, no Havaí, em 3 de dezembro 2016, durando 5 horas e 14 minutos e percorrendo uma distância de 3.907 km (2.428 milhas náuticas). De acordo com a FIA, foi registrada uma velocidade média de 724,06 km/h (449,91 milhas por hora). O segundo partiu no dia seguinte de Maui para San Francisco, na Califórnia, percorrendo uma distância de 3.829 km (2.379 milhas náuticas). O voo teve duração de 4 horas e 27 minutos com velocidade média de 846,34 km/h (525,89 milhas por hora). O terceiro partiu de Perth, na Austrália para Jakarta, Indonésia, em 8 de março de 2017. A operação teve duração de 4 horas e 36 minutos, percorrendo uma distância de 3.000km (1.620 milhas náuticas). De acordo com a FIA, a aeronave registrou uma velocidade média de 651,62 km/h (404,9 milhas por hora). Propulsionado por dois motores Honeywell HTF 7500E com 6.540 libras de empuxo cada, com velocidade máxima Mach 0.83 (1.012 km/h ou 629 milhas por hora) e um alcance de 5.371 km (2.900 milhas náuticas) com quatro passageiros e reservas para operação NBAA IFR. Por fim o jato Legacy 500 estabeleceu novas marcas de velocidade em voos sobre a Europa. O primeiro partiu de Bremen, na Alemanha para Moscow, na Rússia em 7 de setembro de 2016, registrando uma velocidade média de 775,3 km/h (481,75 milhas por hora) e duração de 2 horas e 24 minutos, percorrendo uma distância de 1.867 km (1.008 milhas náuticas). O segundo aconteceu em 11 de setembro de 2016, entre Moscow e Paris, na França, e teve duração de 3 horas e 11 minutos percorrendo uma distância de 2.467 km (1.332 milhas náuticas). Propulsionado por dois motores Honeywell HTF 7500E com 7.036 libras de empuxo cada, com velocidade máxima Mach 0.83 (1.012 km/h ou 629 milhas por hora) e um alcance de 5.787 km (3.125 milhas náuticas) com quatro passageiros e reservas para operação NBAA IFR. A FIA e a NAA (National Aeronautic Association) aferiram que estes voos são recordes de velocidade mundiais e nos EUA. Em todas as operações com recordes de velocidades, as aeronaves completaram a missão com reservas de combustível para operação NBAA IFR.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn