United programa retorno do Boeing 777-200 com motores PW4000 no começo de 2022

A United Airlines informou que seus aviões Boeing 777-200 equipados com motores Pratt & Whitney (PW) devem retornar ao serviço regular já no primeiro trimestre de 2022. A companhia com sede em Chicago teve que deixar de operar com modelo equipado com estes motores depois que um vôo que seguia para Honolulu sofreu um incidente grave e teve que fazer um pouso de emergência em Denver. A Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) ordenou que fossem feitas inspeções rigorosas dos Boeing 777 equipados com motores Pratt & Whitney PW4000 após o incidente. Em agosto, o regulador disse que a revisão de segurança estava em andamento. Greg Hart, vice-presidente executivo de estratégia e planejamento da United, disse que, embora a empresa não tenha recebido notícias da FAA, espera que a aeronave volte a operar no primeiro trimestre do ano que vem. A United é a única operadora norte-americana de 777s com motor PW4000 e possui 52 desses aviões na frota. O retorno antecipado dos aviões é um elemento-chave da estratégia da empresa para aumentar a capacidade internacional em 10% no próximo ano. O chefe da Administração Federal de Aviação disse em maio que a agência exigiu o fortalecimento de uma peça-chave do motor em aviões Boeing 777-200 com motores PW.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn