TwoFlex registra crescimento após a greve dos caminhoneiros

Empresa conquistou novos clientes que aderiram ao modal aéreo após o fim da paralisação

A greve dos caminhoneiros trouxe impacto positivo nos negócios da empresa de logística aérea TwoFlex não apenas durante o movimento que paralisou as estradas em todo o País. Muitas empresas, que tiveram que recorrer ao transporte por avião, aderiram ao modal aéreo, ampliando suas opções de transporte. Em consequência disso, a TwoFlex deve encerrar o semestre com um aumento de 5% no faturamento em relação ao mesmo período do ano passado e tem previsão de crescer entre 15% e 20% no segundo semestre. Outro fator que está contribuindo para o bom desempenho da companhia é a capacidade de fazer a gestão da carga total dos clientes, utilizando seus próprios aviões ou de terceiros. Atualmente, o gerenciamento de cargas transportadas situa-se em torno de 50 toneladas por mês. Para atender o crescimento da demanda, a TwoFlex está em processo de aquisição de mais cinco aeronaves Grand Caravan, aportando um total de R$ 20 milhões. Em 2017, a empresa faturou R$ 65 milhões, 24% a mais em relação ao ano anterior. O melhor resultado se deu por conta do aumento do volume de transporte de cargas. A expectativa para 2018 é atingir R$ 80 milhões de faturamento. A empresa tem sede na cidade de Jundiaí/SP, operando uma frota de 18 aeronaves C208B e contando com bases em São Paulo, Belém, Manaus, Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e Salvador. A empresa também atua no transporte de passageiros em tempo integral. Foto: Paulo Berger

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn