Tarifa aérea média em 2015 teve recuo de 9% em relação a 2014

Valor real médio registrado no ano foi de R$ 334,50

A Agência Nacional de Aviação Civil divulgou o 34º Relatório de Tarifas Aéreas Domésticas que compreende o 2º semestre de 2015. No período de janeiro a dezembro de 2015, a Tarifa Aérea Média Doméstica Real foi de R$ 334,50, representando redução de 9,0% em relação a 2014, quando o valor médio apurado foi de R$ 367,53. No mesmo período, o Yield Tarifa Aérea Médio Doméstico Real (valor médio que o passageiro paga por quilômetro voado em território brasileiro) foi de R$ 0,30264, valor 11,7% menor do que no ano anterior. Das tarifas aéreas comercializadas ao público em geral em 2015, 57,5% foram a valores abaixo de R$ 300,00 e 11,4% abaixo de R$ 100,00. Tarifas acima de R$ 1.500,00 corresponderam a 0,6% do total. Desde o 1º semestre de 2015, o Relatório de Tarifas também contempla informações sobre as tarifas por unidade da federação e por pares de regiões do país. Observou-se no ano, que entre as unidades da federação, o estado do Espírito Santo teve a menor tarifa média real, com R$ 257,73. Já a maior tarifa média foi apurada no estado do Acre, com valor de R$ 551,74. Mais informações no portal www.anac.gov.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn