Pesquisa reduz tempo de transformação de ligas aeronáuticas que repelem água

Técnica utiliza laser para texturizar a superfície de metais

Levou pouco mais de um ano para pesquisadores desenvolverem uma nova técnica de tratamento a laser que reduz de alguns dias para algumas horas o processo para que a superfície de ligas metálicas de uso aeronáutico (titânio e alumínio) passe a repelir água. O material tratado pode ser usado na indústria aeronáutica em áreas dos aviões que sofrem com o congelamento de água em altas altitudes, como nos aerofólios. A técnica utiliza laser para texturizar a superfície de metais. Em trabalhos desenvolvidos por outros grupos de pesquisa essa superfície tratada necessita ser exposta ao ambiente por um período de alguns dias para se tornar super-hidrofóbica, ou seja, para que não retenha água. Materiais desse tipo são anticorrosivos, antibacterianos, anti-congelantes, auto-limpantes e impermeáveis. Pela nova técnica desenvolvida pelo grupo de pesquisa Desenvolvimento de Aplicações de Lasers e Óptica do Instituto de Estudos Avançados (IEAV), em São José dos Campos/SP, a transformação acontece em apenas algumas horas. Mais informações no portal www.fab.mil.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn