Norwegian Air alerta que o resgate estatal não é suficiente para superar crise prolongada

Empresa relatou perdas no primeiro semestre de NOK 5,3 bilhões e registrou apenas 5,3 milhões de passageiros no semestre

A companhia aérea Norwegian Air relatou perdas no primeiro semestre de NOK 5,3 bilhões e alertou que seria necessária mais intervenção do governo para superar a crise do COVID-19. A empresa transportou apenas 5,3 milhões de passageiros nos primeiros seis meses de 2020, uma queda de 71% em relação ao mesmo período do ano passado. A pandemia forçou a transportadora a deixar 140 aeronaves em solo e dispensar 8.000 funcionários, com apenas um pequeno número de aeronaves operando em rotas domésticas durante o segundo trimestre. Em março, a operadora anunciou que obteve acesso a empréstimos garantidos pelo estado de NOK 3 bilhões, mas advertiu que mais valores seriam necessários considerando as atuais condições de mercado. A Norwegian Air reabriu 76 rotas em 1º de julho, trazendo mais 15 aviões para o serviço e 600 funcionários de volta ao trabalho, mas afirmou que mudar as recomendações de viagens dos governos em toda a Europa significa que o mercado ainda é altamente incerto. Mais informações no portal www.businesstraveller.com . 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn