LATAM Cargo investe em melhorias de terminais e amplia capacidade de cargas durante a Intermodal

Companhia aumenta capacidade com ampliação de frequências nas rotas entre São Paulo e Recife e para Manaus

Para a 25ª edição da Intermodal South America, que acontece no Centro de Exposições São Paulo Expo, em São Paulo, a unidade de cargas do Grupo LATAM Airlines anuncia a ampliação da capacidade nas rotas de São Paulo/Guarulhos para Recife/PE e Manaus/AM. O foco da divisão é ampliar a eficiência no atendimento da demanda do transporte aéreo de cargas em rotas importantes para o desenvolvimento econômico do país. Além disso, a LATAM Cargo está finalizando no Aeroporto de Guarulhos a construção do novo cooler para atender as demandas internacionais de transportes de itens que necessitam de refrigeração. Os mais de 5.370m² construídos proporcionarão 33% a mais de capacidade de armazenamento de itens perecíveis, como salmão, aspargos, manga, cerejas, bagas, pescada do sul e flores. O novo terminal refrigerado está previsto para entrar em operação no segundo semestre de 2019. Recentemente, a companhia inaugurou o terminal de cargas do Aeroporto de Confins, em Minas Gerais. Assim, o estado passou a ser atendido por três bases de distribuição. Juntos, os aeroportos de Pampulha, Uberlândia e Confins movimentam mais de 750 toneladas por mês. A rota entre São Paulo e Recife receberá o acréscimo de 66 toneladas de capacidade por semana. A operação será realizada em aeronaves comerciais às terças e quintas, a partir de 2 de abril. Essa atividade não servirá apenas para redistribuir as encomendas para outras regiões do Nordeste, como também levar os produtos dessas regiões a partir da capital pernambucana para Guarulhos, onde serão encaminhados para os demais destinos do Sudeste e do Sul do país. Na linha entre Guarulhos e Manaus o acréscimo será de 310 toneladas por semana a partir de março, representando 45% de aumento na oferta atual de serviço cargueiro. Para tanto, a LATAM Cargo passará a oferecer 17 frequências semanais em aeronaves Boeing 767-300F, que comportam até 55 toneladas por frequência. O crescimento dessas frequências representará um aumento de mais de 10% nos voos partindo do Aeroporto de Guarulhos. Foto: Alex Sandro V.Barbosa 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn