KLM realiza o mais longo voo movido a biocombustível

Operação foi feita na rota entre Amsterdam e Rio de Janeiro

Depois de realizar o primeiro voo comercial movido a biocombustíveis em junho de 2011, a KLM realiza o mais longo voo movido a biocombustível da história da aviação. O voo partiu do Aeroporto de Amsterdam/Schipol operado por um Boeing 777-200ER, com destino ao Rio de Janeiro, especialmente para Conferência Rio+20. A aeronave foi abastecida parcialmente com combustível sustentável feito de óleo de cozinha usado. A empresa aérea vem trabalhando em parceria com a organização não-governamental World Wide Fund for Nature desde 2007 e é a primeira companhia a desenvolver um programa de biocombustíveis, por meio da empresa SkyNRG, que atua  no mercado de querosene sustentável, fornecendo para mais de 15 companhias aéreas em todo o mundo. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn