Índia vai necessitar de quase 1.300 aeronaves nos próximos 20 anos

Segundo a Airbus, as taxas de crescimento estão acima da média no país

Segundo as previsões do recente estudo feito pela fabricante europeia Airbus, as operadoras indianas vai exigir 1.290 novos aviões de passageiros até 2032 para satisfazer a crescente demanda. Taxas de crescimento anuais de tráfego na Índia de 8,6%  estão bem acima da taxa regional Ásia-Pacífico que apresenta média de crescimento de 6,1% e a média mundial de 4,7%. Do total de aeronaves, cerca de 73% será para o crescimento e 27% para a substituição de aviões mais antigos. Em 2032, a Airbus prevê que 36% da frota da Índia será de fuselagem larga, mais do que duplicando o nível atual. Este é o resultado do aumento da capacidade das rotas tanto domésticas como internacionais com aeronaves de maior porte. Mais informações no portal www.airbus.com.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn