Gol celebra dez anos do Centro de Manutenção de Aeronaves

Complexo é o mais avançado do gênero na América Latina

O Centro de Manutenção de Aeronaves da companhia aérea gol, localizado em Confins, região metropolitana de Belo Horizonte (MG), está comemorando dez anos do início de suas atividades neste mês de setembro. Considerado o mais avançado do gênero na América Latina, o complexo possui 147 mil metros quadrados compostos por três hangares e mais cinco oficinas que permitem à empresa realizar a inspeção de rodas e freios, estruturas e interiores, entre outros aspectos das aeronaves e seus componentes. Desde a sua inauguração, os números do CMA impressionam: cerca de 700 pessoas, entre elas engenheiros e técnicos, são responsáveis por 800 manutenções de aeronaves realizadas todos os anos. Já foram feitos mais de 47 mil reparos em rodas de trens de pouso, 4 mil janelas polidas manualmente, 23 mil assentos reformados, 7.500 freios reparados, 88 aeronaves pintadas e 22 mil litros de tintas utilizados. A cada dois anos ou 6.600 horas de voo, os aviões da companhia realizam uma parada obrigatória por cerca de dez dias para cumprir as diretrizes estabelecidas pelo programa de manutenção. Com a aeronave no hangar os técnicos têm acesso a áreas que geralmente não estão expostas na operação diária, como assentos, pisos, banheiros e galleys, que são removidos para uma avaliação completa. O CMA ainda têm planos de gerenciamento de resíduos e uma avançada Estação de Tratamento de Efluentes Químicos, que recebe a água contaminada pelas lavagens das aeronaves, oficinas e peças. Após tratamento, é reutilizada em atividades como limpeza de pisos, banheiros e outros equipamentos. A sustentabilidade também está presente no descarte consciente do todo o material usado. Além da unidade em Confins, a Gol executa manutenção em um quarto hangar, localizado no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn