Gol amplia serviço de transporte de pets na cabine

Animais de pequeno porte poderão viajar junto com seus donos tanto em viagens domésticas como para o exterior

Os passageiros da companhia aérea Gol já podem levar a bordo seus animais de estimação em viagens incluindo os destinos da operadora para América do Sul e Caribe. O serviço foi lançado em abril do ano passado para trechos domésticos e desde então, mais de 25 mil cães e gatos de pequeno porte já viajaram com os seus donos na cabine de passageiros. Para ser transportado na cabine, os animais precisam atender aos requisitos e cuidados indicados para garantir a segurança. Entre as orientações estão: ter idade mínima de quatro meses e peso máximo de 10 quilos, incluindo a caixa de transporte (kennel), que deve ter espaço suficiente para o animal dar uma volta completa em torno de si, além de ser de material firme, liso e resistente a vazamentos. Mesmo estando na cabine, a embalagem deve ser identificada com nome, endereço e telefone do cliente. O animal precisa ficar dentro do kennel durante todo o tempo do voo. Assim como para os destinos domésticos, antes de comprar a passagem internacional, o cliente deve entrar em contato com o atendimento da companhia para verificar a documentação necessária, principalmente sobre as especificações de cada país e também a disponibilidade para embarque, já que existe um controle que permite no máximo quatro animais em um mesmo voo. A solicitação do serviço pode ser feita com antecedência mínima de 3 horas para voos domésticos e 24 horas para os internacionais. Para bilhetes comprados no Brasil com destinos nacionais e internacionais o valor adicional cobrado é de R$ 200 por trecho. Já para os bilhetes comprados no exterior o valor adicional é de US$ 70 por trecho, que é cobrado em moeda local do país de origem conforme o câmbio do dia da reserva. Caso o animal e a caixa de transporte somem juntos entre 10 e 30 Kg, será necessário que seja despachado no balcão de check-in e será acomodado no porão dianteiro da aeronave, que possui a mesma temperatura e pressurização da cabine de passageiros. Já se o animal tiver mais de 30 kg, o transporte é realizado pela Gollog, unidade de cargas da companhia. Nestes casos, o cálculo das tarifas variam de acordo com o destino e peso do animal.Todas as informações e documentações necessárias podem ser obtidas pelo site: http://www.voegol.com.br/pt-br/viaje-sem-duvidas/viaje/passageiros-especiais/Paginas/animais-de-estimacao.aspx Foto: Paulo Berger

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn