Demanda por voos domésticos cresce pelo terceiro mês consecutivo

Maio registrou aumento de 2,55% com 7,1 milhões passagieros transportados segundo dados divulgados pela ABEAR

A demanda por voos domésticos cresceu pelo terceiro mês consecutivo no último mês de maio, ao registrar aumento de 2,55%, em relação ao mesmo período de 2016. A taxa, no entanto, desacelerou diante dos resultados positivos dos dois meses anteriores: 3,2% em abril e 5,9% em março. Em fevereiro e janeiro, as viagens aéreas nacionais apresentaram quedas nas comparações anuais:- 4,87% e -1,37%, respectivamente. A oferta de assentos nos aviões, por sua vez, registrou crescimento superior ao da demanda, ao se situar em 3,24% ante de maio do ano passado. Com isso, a taxa de aproveitamento das aeronaves recuou 0,53 ponto percentual, para 77,92%. No total, foram transportados 7,1 milhões de passageiros, aumento de 4,12% em relação há um ano. De janeiro a maio, a demanda doméstica acumula crescimento de 0,9%, em relação a igual período de 2016, com recuo de 0,04% na oferta na mesma base de comparação. Assim, a taxa de ocupação dos aviões acumulada nos cinco primeiros meses do ano está em 80,32%, alta de 0,75 ponto percentual. São 36,4 milhões de viagens no período, avanço de 0,18%. A demanda por viagens internacionais entre as empresas aéreas brasileiras registrou expansão pelo oitavo mês consecutivo, ao se situar em 11,98% em maio, ante o mesmo mês do ano passado. A oferta teve alta de 8,9% na mesma comparação, com aproveitamento dos aviões de 84,58%, aumento de 2,33 pontos percentuais. Foram transportados 617 mil pessoas, alta de 8,98% ante maio de 2016. No ano, o crescimento acumulado é de 11,19%. Os números foram divulgados pela Associação Brasileira de Empresas Aéreas (ABEAR).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn