British implementa unidades autônomas para o transporte de malas

Serviço está disponível no Aeroporto de Heathrow para reduzir atrasos

Como parte de seu investimento contínuo de 6,5 bilhões de libras em modernização para os passageiros, a companhia aérea British Airways está testando veículos de bagagem autônomos e livres de emissões no Aeroporto de Heathrow, para ajudar a melhorar ainda mais a pontualidade e partidas a tempo. Atualmente, a empresa realiza até 800 operações por dia no terminal, transportando cerca de 75.000 malas entre as salas de bagagem e as aeronaves. Carregando até 40 volumes em uma única viagem, as unidades sem motorista usam a mais recente tecnologia de navegação para memorizar o campo de pouso e determinar a rota mais curta para o transporte de bagagem. Diferentemente dos veículos atuais, os novos dollies autônomos partirão para a aeronave assim que cada um estiver cheio, acelerando o processo de carregamento d avião. Além de melhorar a eficiência operacional, o teste também faz parte do compromisso ambiental mais amplo da companhia em executar uma operação livre de emissões. Se aprovadas, as unidades poderão transportar a bagagem dos passageiros até 2021. A British Airways já opera veículos Mototok com controle remoto em Heathrow para atender todos os voos de curta distância e está testando dispositivos para as operações de longo curso. Esses veículos são movidos pelo fornecimento 100% renovável de eletricidade, economizando 7.400 toneladas de CO2 por ano em comparação aos rebocadores tradicionais. A British também opera táxis elétricos ecológicos para transportar passageiros em trânsito entre seus voos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn