Boeing divulga previsão de demanda para a China

Fabricante estima que país vai necessitar de 6.810 aviões nas próximas duas décadas

A fabricante norte-americana Boeing anunciou que projeta uma demanda de 6.810 novos aviões na China ao longo dos próximos 20 anos, no valor estimado de US$ 1,025 trilhão. A empresa prevê que o país precisará de 5.110 novos aviões de um corredor até 2035, respondendo por 75% do total de novas entregas. A empresa também analisa que a frota de fuselagem larga vai triplicar em tamanho, exigindo 1.560 novos aviões. Por outro lado, a carga aérea no país deverá tornar-se um motor essencial para o crescimento contínuo da aviação na China, com a necessidade de 180 novos aviões e 410 modelos convertidos. Mais informações no portal www.boeing.com.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn