Azul Cargo Express completa 11 anos com forte posição de mercado

Unidade apresenta uma nova maneira de como seus clientes poderão receber suas encomendas

A Azul Cargo Express está completando 11 anos de serviços no Brasil. E, mesmo em um ano desafiador, a unidade comemora bons resultados e muitas conquistas, ocupando forte posição no mercado de cargas no país. Com um modelo de negócios de encomendas expressas e entregas porta a porta, a divisão apresentou um crescimento de 36% em receita no primeiro trimestre na comparação com o mesmo período de 2019. Nestes meses que impuseram algumas dificuldades às operações aéreas, principalmente logísticas, a empresa conseguiu se destacar e se reinventar, utilizando os assentos e compartimentos superiores de aviões de passageiros para transportar cargas. E os esforços mostraram resultados, já que apesar da redução dramática da malha no período, a Azul Cargo manteve sua receita estável, apenas 0,8% menor no segundo trimestre de 2020 em comparação ao mesmo período do ano passado, mesmo com a redução de 83% na capacidade ano contra ano. A companhia espera ainda, um aumento recorde no faturamento e volume de cargas no terceiro trimestre, principalmente com o crescimento do transporte para o e-commerce neste período. A pandemia alterou os hábitos dos consumidores que, por conta do distanciamento social, estão passando mais tempo em casa. Com isso, houve um aumento nas compras via e-commerce, bem como na demanda por fretes e entregas. Para ampliar ainda mais seus serviços e oferecer mais conveniência aos usuários, a divisão lança neste mês um novo conceito para a entrega de cargas, o “Azul Cargo Express Locker”, um sistema de armários que podem acomodar pacotes de diferentes tamanhos. Com ele, o cliente poderá optar por retirar o produto em um dos ‘lockers’ à disposição, sem nenhum custo adicional. O usuário fará a compra online em um dos parceiros e selecionará o sistema de armários mais próximo. Com isso, a loja entregará o produto em um destes dispositivos e o consumidor receberá uma senha para abrir o armário e retirar o seu produto em até 48h. A versão piloto está instalada em um hipermercado de São Paulo, mas com previsão de crescer ainda mais ainda este ano. Foto: Alex Pelicer

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn