Asta projeta crescimento de 50% no segmento sub-regional em 2020

Empresa anunciou o início das operações em mais três municípios de Mato Grosso: Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Sinop

A aviação regional está em plena expansão e um dos principais fatores para esse cenário positivo é o apoio da Agência Nacional de Aviação Civil, do Governo Federal e de alguns estados, por meio de incentivos como isenção de impostos e redução da alíquota do ICMS sobre os combustíveis. Essas e outras medidas devem possibilitar um crescimento significativo do transporte aéreo em regiões remotas, onde a estrutura e a logística são muito específicas. Atuando no segmento sub-regional com foco no agronegócio, em Mato Grosso, desde 1995, a empresa Asta tem boas perspectivas para este ano e prevê um incremento em torno de 50% nos negócios. A empresa fechou 2019 com um faturamento de R$ 14,5 milhões e a projeção é encerrar 2020 com uma receita de R$ 22 milhões e a aquisição de mais quatro aeronaves, incluindo duas unidades do modelo Twin Otter, com 19 lugares. Nos últimos anos, a empresa intensificou suas atividades na região para atender a crescente procura dos passageiros do agronegócio, que aumentou 79% entre 2018 e 2019. Em janeiro, iniciou suas operações em Nova Mutum e se prepara para começar os voos em Lucas do Rio Verde, no dia 9 de março, e Sinop, ainda neste primeiro trimestre. Dessa forma, a Asta passa a operar 70 voos regulares por semana, atendendo 11 cidades no estado: Água Boa, Aripuanã, Canarana, Cuiabá, Juara, Juína, Nova Mutum, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste e Tangará da Serra, além de Lucas do Rio Verde. Em agosto do ano passado, a companhia assinou uma parceria com a Azul, para integrar os voos que opera dentro do Mato Grosso à malha aérea nacional e internacional, com conexões em Cuiabá. Em outubro, firmou um acordo de intenção de operação com o Governo de Minas Gerais, para 2020. A Asta também planeja a extensão das linhas para Tocantins e Goiás.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn