Aeroporto de Petrolina completa 35 anos de operação

Mais de 455 mil pessoas passaram pelo terminal durante o ano passado, que passou a ser administrado pela Infraero em 1981

Caixas de manga, uva e mamão colhidas das terras do Vale do São Francisco estão entre as principais cargas que semanalmente decolam do Aeroporto de Petrolina/Senador Nilo Coelho/PE para comercialização na Europa. Essa operação é realizada graças à presença do maior terminal de logística de cargas refrigeradas do país instalado no terminal, que está completando 35 anos de operação. Essa movimentação é possível também em virtude de várias melhorias realizadas, em 2004, pela Infraero. A pista de pouso e decolagem passou a ter 3.250 metros, uma das maiores do Brasil e a segunda maior do Nordeste, apta assim a receber grandes aviões cargueiros com capacidade de até 110 toneladas. As salas de embarque e desembarque do terminal de passageiros passaram por uma modernização em 2013. No caso do embarque, o espaço mais do que dobrou de tamanho, passando de 307 m² para 788 m² na sala de embarque. Já o desembarque, mais do que triplicou, saindo de 235 m² para 777 m², ampliando assim a capacidade de atendimento, que passou para 1, 5 milhão de passageiros por ano. No ano passado, mais de 455 mil pessoas passaram pelo aeroporto, que se integrou à rede da estatal em 1981. A movimentação média diária é de seis pousos e decolagens comerciais regulares, das companhias aéreas Avianca, Azul e Gol. Os destinos dos voos que partem de Petrolina são: Campinas/SP, Guarulhos/SP, Recife/PE e Salvador/BA. Somente no primeiro semestre deste ano, foram mais de 1,12 milhão de toneladas de frutas enviadas para Luxemburgo e para Acra, capital de Gana, na África. Para o recebimento dessas cargas, há seis câmaras frigoríficas com capacidade de armazenamento de 17 mil caixas cada uma e dois túneis de resfriamento. Os resultados acumulados nestes primeiros seis meses indicam um aumento de 70%. No primeiro semestre de 2015 o Teca de Petrolina exportou 660.050 toneladas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn