A união faz a força

A Qantas e a Japan Airlines anunciaram um acordo para formar uma joint venture para melhor atender os passageiros que viajam entre Austrália, Nova Zelândia e Japão e, assim, apoiar a recuperação da indústria do turismo quando os voos forem retomados.

Como a autorização das autoridades pode demorar seis meses, o negócio conjunto deve começar a operar por volta de julho de 2021, quando a Qantas disse que espera que sua rede internacional reinicie gradualmente.

A joint venture permitirá à Qantas e à JAL aumentar os voos entre a Austrália e o Japão antes do que seria possível. As aéreas têm a intenção de lançar uma nova rota entre a Austrália e o Japão e esperam anunciar detalhes assim que a aprovação for recebida, as fronteiras forem abertas e o retorno for exigido.

O acordo será válido por cinco anos e proporcionará às companhias aéreas benefícios substanciais para seus clientes, ajudando a acelerar a recuperação do turismo, comércio e viagens corporativas entre a Austrália e o Japão.

Pelo acordo, os clientes da Qantas terão acesso a 14 novos destinos no Japão e os clientes da JAL teriam acesso a 15 novos destinos na Austrália e Nova Zelândia.

O CEO do Qantas Group, Alan Joyce, diz que "A joint venture desempenhará um papel vital na reativação dos laços comerciais com a terceira maior economia do mundo e proporcionaria benefícios significativos aos clientes que viajam entre a Austrália e o Japão", declarou o CEO do Qantas Group, Alan Joyce.

Foto: Divulgação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn