Inframerica expande negócios na região do Aeroporto de Brasília

A Inframerica, concessionária do Aeroporto de Brasília, dará início às obras de expansão da zona aeroportuária no primeiro semestre de 2022. Essa é a segunda fase do projeto que será executado por meio de parcerias, e compreenderá a construção de um shopping, um complexo de entretenimento e um centro de logística. Os empreendimentos começam a ser entregues no final de 2023, com a conclusão das obras prevista para o primeiro semestre de 2024. A Inframerica estima investimentos da ordem de R$ 700 milhões, com a geração de cerca de 3.500 novos empregos, diretos e indiretos.

O primeiro empreendimento do projeto, a Praça Pick Up – um centro de mobilidade moderno e confortável que dá acesso aos diversos modais de transporte presentes no Aeroporto de Brasília, como ônibus, transporte por aplicativo, carros alugados e vans de turismo -, foi inaugurado em setembro de 2020. O espaço também conta com diversas opções de alimentação e parquinho infantil para os passageiros.

“Os principais pilares deste Projeto de Expansão consistiram no desenvolvimento de um empreendimento bem desenhado a partir de muito estudo por parte da nossa equipe comercial e na busca por importantes parceiros. E a equalização das questões regulatórias e legais com contribuição fundamental do Ministério da Infraestrutura, Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC) e do Governo do Distrito Federal (GDF), tanto pela Lei 13.488, essencial para a consolidação dos contratos com terceiros, quanto na emissão das licenças e nos processos de aprovações, conforme nova Lei de Uso e Ocupação do Solo, respectivamente”, conta Jorge Arruda, presidente da Inframerica.

O diretor comercial da Inframerica, Ian Joels, explica que o projeto foi idealizado pela equipe da Inframerica, mas também contou com a contratação de profissionais de ponta para que fosse tirado do papel. “Depois de diversos estudos com a população brasiliense para entender as expectativas, chegamos a um resultado totalmente condizente com a realidade da região e economicamente viável”, clarifica.

Os novos pontos de entretenimento do sítio aeroportuário foram pensados para atender os diversos públicos da região Centro-Oeste e principalmente da capital federal, além de cerca de 40 mil passageiros e aproximadamente 15 mil trabalhadores diretos e indiretos que diariamente transitam pelo terminal aéreo.

Shopping

O novo shopping será construído ao lado do hotel existente na via de acesso ao terminal.  A Inframerica firmou contrato com o Grupo Partage, que já possui experiência no ramo com 12 empreendimentos espalhados pelo país, para implantar, comercializar e administrar o negócio.

O projeto é inspirado no céu de Brasília, no conceito Open Mall, que convidará o visitante a passear por áreas abertas e fechadas, com varandas sombreadas e vista para a natureza original preservada no local. Com a área total construída de mais de 60 mil m² e ABL de 39.755m², o espaço vai agregar 130 lojas, 11 restaurantes, 11 redes de fast food, 7 salas de cinema, com projeto assinado pelo renomado escritório Cité e Sá & Almeida.

“É um shopping que nasce para atender uma demanda dos brasilienses, um lifestyle ancorado nos mais atualizados preceitos arquitetônicos de ambiência, eficiência e sustentabilidade. Desde a escolha das matérias primas, passando pelo projeto de iluminação e ventilação natural, até a integração com a mata nativa do cerrado, que será preservada, o projeto tem o respeito ao meio-ambiente como um de seus pilares fundamentais. Além disso, um mix diversificado e qualificado de lojas, gastronomia, entretenimento e serviços constituirá um empreendimento de enorme potencial para os lojistas e incrível experiência para os consumidores de Brasília e região” afirma Adriano Capobianco, diretor comercial e de novos negócios da Partage.

O empreendimento, que será mais que um centro de compras, contará com parques, áreas de entretenimento, shows, arvorismo, uma sala de cinema a céu aberto e uma academia integrada ao parque nativo existente.

Complexo de entretenimento

Anexo ao shopping será erguido um complexo de entretenimento inédito para a capital federal. Serão construídos três parques temáticos em uma área de aproximadamente 30 mil m². O contrato com os investidores já está assinado e os projetos em andamento.

Centro de Logística

O transporte de cargas é um braço importante no trabalho exercido pelo Aeroporto de Brasília. Por isso, o sítio aeroportuário sediará um Centro de Logística, com a participação de importantes empresas do ramo no país.

A Log CP será responsável por construir, administrar e alugar os espaços do Centro Logístico. Com o crescimento do e-commerce e para que o Distrito Federal conte com mais agilidade nas entregas, o espaço terá 120 mil m² de terreno e 66 mil m² de área locável. Um dos maiores do Distrito Federal.

“Há uma demanda crescente no setor de galpões e condomínios logísticos no Brasil como um todo. Estamos sempre acompanhando as tendências de mercado e as necessidades de nossos clientes. Por isso, sabemos que o Distrito Federal é uma região bastante estratégica para os negócios da Log. Nossas expectativas são as melhores possíveis para este novo empreendimento, que, assim como todos os nossos demais condomínios logísticos, terá um padrão classe A.”, afirma Guilherme Trotta, Diretor Comercial e Marketing da Log. Segundo o executivo, os galpões classe A possuem amplo estacionamento, vestiários, restaurante, serviço de jardinagem, manutenção, vigilância com circuito fechado de TV e portaria 24 horas.”

* A imagem mostra o projeto do Shopping que deverá ser construído ao lado do aeroporto.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn