Aeroporto Tom Jobim recebe selo que atesta medidas de prevenção ao COVID-19

Terminal apresentou as medidas tomadas para a adoção dos protocolos obrigatórios que garantem a segurança das operações durante toda a jornada do passageiro

A concessionária RioGaleão anunciou ter recebido o selo do WTTC (World Travel & Tourism Council), chancelando que o Aeroporto Tom Jobim está colocando em prática uma série de medidas para garantir a segurança de passageiros e da comunidade aeroportuária, na fase de retomada das operações aéreas domésticas e internacionais no país. Além do selo de alcance mundial, que tem respaldo da Organização Mundial de Turismo, o terminal também conquistou o selo Turismo Consciente, concedido pela Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro. A chancela é direcionada aos estabelecimentos do setor de turismo, como forma de identificar hotéis, restaurantes, atrações turísticas e terminais que estão seguindo os protocolos necessários para garantir a segurança de seus visitantes. Desde o início da pandemia, a concessionária trabalha em parceria com as autoridades competentes, com o objetivo de estar sempre atualizado em relação às melhores práticas estabelecidas pela ANAC e pela ANVISA. A intenção é fortalecer constantemente as medidas de segurança sanitária e transmitir ao passageiro a confiança necessária para a retomada de viagens, lembrando que aeroportos internacionais passam por inspeções muito mais rígidas do que outros terminais de passageiros. Por possuir um posto da ANVISA em suas dependências, o Tom Jobim passa por regulação e controle constante de medidas de segurança sanitária. Para a conquista dos certificados, o aeroporto apresentou as medidas tomadas para a adoção dos protocolos obrigatórios que garantem a segurança das operações durante toda a jornada do passageiro, distribuídas em quatro pilares. Os tópicos atestam as medidas tomadas para desinfecção do terminal, ações para garantia do distanciamento social, lembrando que a amplitude do Aeroporto Tom Jobim é um de seus diferenciais positivos para evitar aglomerações; o uso de equipamentos de proteção individual por passageiros e comunidade aeroportuária, as tecnologias de medição de temperatura e mapa de calor do terminal, além de apresentar as medidas adotadas pelo setor de serviços, varejo e alimentação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn