Fechar

Serviços de Bordo



Compartilhar:

RSS

Airbus revela estonteante cabine Airspace

Airbus revela estonteante cabine Airspace

 

 

A cabine Airspace, projetada para a família A320 e será utilizada pela primeira vez nos aviões da JetBlue, ainda está passando por alguns testes finais, por isso pode ser ajustada antes que os passageiros desfrutem dos novos confortos. O teste final está programado para ocorrer este mês, com foco nos detalhes mais finos e medindo o ruído na cabine.

No entanto, mesmo com alguns ajustes e mudanças, o novo design é inegavelmente impressionante. A iluminação LED personalizável em toda a cabine confere uma sensação moderna e de última geração, que se reflete em todo o design. Até mesmo os banheiros receberam uma nova tecnologia com revestimentos antimicrobianos e tantos recursos sem contato quanto possível.

Há também mudanças mais práticas, como novos compartimentos superiores extragrandes e janelas redesenhadas para permitir a entrada de mais luz. As persianas das janelas também tiveram algumas mudanças para torná-las mais elegantes. As alterações nas paredes laterais fornecem mais espaço para os ombros como as encontradas no A330neo e A350. Até a área de entrada foi redesenhada para ser mais acolhedora aos passageiros.

As imagens mostram um design elegante e bem pensado que visa tornar o voo o mais confortável possível. O programa “Airspace by Airbus” concentra-se em quatro áreas principais; conforto, ambiente, serviço e design. As novas imagens do interior certamente parecem refletir esses valores fundamentais, o que não é uma surpresa, já que levou quase quatro anos de design desde que o programa A320 foi anunciado em 2017.

“O teste inicial em vôo sujeitou a cabine a condições muito além das que normalmente estaria submetida em um perfil de vôo padrão. Câmeras e sensores especiais em todo o interior foram conectados a equipamentos dedicados de teste de voo e gravação na cabine para que os engenheiros pudessem analisar o desempenho e as características dos elementos da cabine em tempo real a bordo, bem como no laboratório posteriormente” declarou Michael Willmer, líder técnico da Airbus para o programa A320 Family Airspace Cabin.

Foto: Airbus

 



SAIBA MAIS

Aviação Civil

15/02/2021


Aerosul autorizada a realizar voos regulares   A Agência Nacional de Aviação Civil do Brasil (ANAC) anunciou que outorgou a concessão para a exploração de serviços de transporte aéreo público regular e não regular de passageiro, carga e mala postal, doméstico e internacional, à empresa aérea Aerosul Táxi Aéreo. Com a outorga oficial, a companhia paranaense está liberada para começar a vender passagens e operar rotas regulares com seus dois aviões Cessna C208 Grand Caravan. A perspectiva é de que os primeiros voos regulares decolem na segunda quinzena de março dentro do seu Estado. Serão duas rotas partindo de Londrina: uma até Foz do Iguaçu e a outra até Curitiba e de lá até Pato Branco. Além da chegada de novos Grand Caravan, a companhia aguarda aprovação da ANAC para inclusão de Florianópolis como mais uma base operacional, que resultará no lançamento, em abril de um terceiro serviço, fazendo a ligação Londrina – Curitiba – Florianópolis. Foto: Aerosul  


Industria

15/02/2021


Shell seleciona H160 para operação pela PHI O grupo internacional Shell selecionou a principal operadora de helicópteros offshore dos Estados Unidos, PHI, para operar quatro Airbus H160 para atender a um contrato de suporte no Golfo do México. O contrato marca a entrada do H160 no mercado de óleo e gás com uma riqueza de recursos de design que prometem novos níveis de segurança, conforto e confiabilidade de cronograma em operações offshore. As três empresas - Airbus, PHI e Shell - estão cooperando em uma parceria única. Em um movimento pioneiro, a Airbus fornecerá um H160 antes das entregas finais para PHI e Shell para um programa de comprovação de rota de um ano para permitir que a operadora e o cliente final se familiarizem com os recursos avançados do tipo e mitigar os desafios normais em torno da entrada em serviço. Na PHI, ele ficará baseado em Houma, Louisiana, e se juntará a uma grande frota de H125 e H135 implantados em serviço médico de emergência em todos os Estados Unidos, bem como dois H145 operando para a Shell em trabalhos de pesquisa de dutos na Louisiana, e dois H145 realizando os voos para plataformas mais longos do mundo em Mackay, Austrália. Foto: Airbus      



Publicidade