Histórica X

Ano 45 Dez/2007


Com esta edição estamos comemorando o décimo ano conse-cutivo de publicação da edição histórica, investindo na memória da aviação comercial brasileira. 

Selecionamos várias empresas que marcaram época na aviação e a primeira delas é a Aerovias Brasil, que em 1942 deu início ao transporte aéreo regular entre o Brasil e os Estados Unidos, muito antes de haver recebido uma autorização formal para isso. Uma de tantas histórias de uma aviação que não voltará jamais. 

Em seguida, falamos da Paraense que, arquejada pelo peso das dificuldades e operando na vastidão amazônica, entregou defi-nitivamente os pontos quando completava apenas 18 anos de vida, vitimada por uma seqüência insuportável de acidentes, con-fusões e tragédias. 

A terceira matéria é sobre a Votec, que foi uma das principais empresas de transporte aéreo regional do Brasil e a maior opera-dora e prestadora de serviços no segmento de asas rotativas na América Latina. 

Produzimos uma matéria sobre a Transbrasil, fruto da ambição, dos sonhos e até dos desvarios de homens como Omar Fontana, um idealizador e apaixonado pelos aviões, que lutam contra tudo e contra todos para manter a sua empresa no ar. 

A quinta matéria conta a história da Nordeste Linhas Aéreas, cujo nome foi eliminado das aeronaves pertencentes ao Grupo Varig, mas jamais apagado da memória de dirigentes e funcionários que trabalharam com garra para que a companhia superasse, nos seus 27 anos de vida, os altos e baixos da economia brasileira. 

Finalizando, uma das duas empresas mais recentes, a Rio Sul, fechou em setembro de 2002, quando o Grupo Varig iniciou seu processo de reestruturação e as mudanças incluíram lamentavelmente a eliminação dos nomes das subsidiárias das aeronaves e a absorção de toda a estrutura e funcionários.