Histórica XXI

Ano 56 - Dez/2018


Nesta 21ª edição histórica da Flap, publicamos matérias que fizeram muito sucesso entre os leitores da revista. A primeira é uma volta aos anos 1940, com a publicação de um folheto da Panair do Brasil, que pertencia ao consórcio Pan American Airways, sobre informações curiosas aos passageiros. Um jeito de informar muito pitoresco, em situações até hilárias, que causariam muita polêmica nos dia de hoje. A segunda matéria traz a saga dos Clipper no Brasil. Os hidroaviões da Pan American foram aviões luxuosíssimos que voaram para vários destinos na América Latina, dentre eles o Brasil. Uma rica matéria com fotos e relatos de época sobre as viagens aéreas a bordo destas aeronaves nos anos 1920 e 1930. A história do Catalina no País é a terceira matéria desta edição histórica. De emprego tanto militar como civil, o bimotor contribuiu de forma muito incisiva para o desenvolvimento de áreas remotas do Brasil, sobretudo no norte do País e em regiões costeiras. Sob o título “Lufthansa e a Conquista do Atlântico Sul”, o autor da matéria relata, em riquíssimos detalhes, a utilização pela companhia alemã, nos anos 1930, de navios de apoio dotados de catapulta para recolher e lançar os lendários aerobotes Dornier Wal no Oceano Atlântico. Uma matéria de enorme repercussão traz um Flight Check a bordo de um clássico Boeing 747 da Pan Am. Sem sair do chão, um voo é completamente remontado em um estúdio situado nos Estados Unidos, fazendo muitos passageiros voltarem ao passado. A história do Boeing 757 no Brasil é a sexta matéria desta edição. Apesar de ter operado por pouco tempo no País, o bimotor serviu companhias aéreas transportando tanto passageiros como carga. A última matéria histórica traz um milagre esquecido há mais de 60 anos. Fotos, matérias de jornais e relatos de quem esteve presente dão vida a um pouso no mar bem-sucedido de um DC-4 da Real Aerovias no litoral norte paulista. Boa leitura!