Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

Tecnologia eVTOL 'Ainda não existe'

Tecnologia eVTOL

 

Um executivo sênior da Airbus Helicopters expressou ceticismo na semana passada de que a aeronave de passageiros eVTOL seria colocada em operação comercial em breve. Romain Trapp, presidente da Airbus Helicopters Inc. - o braço norte-americano do fabricante de helicópteros - disse aos participantes de um webinar da Helicopter Association International (HAI) que “nós, como uma indústria, temos que aprender e esperançosamente encontraremos em algum ponto, uma tecnologia revolucionária - que não vejo hoje, aliás.”

Trapp disse que pode levar “décadas” até que as aeronaves eVTOL sejam integradas a um ambiente de mobilidade aérea avançada (AAM). “O que todos nós queremos ver como uma indústria é alguma tecnologia revolucionária que nos trará um passo adiante”, ele explicou. “A tecnologia ainda não existe. O que todos queremos é poder fazê-lo com o mais alto nível de segurança, porque é disso que se trata o nosso setor. Há uma grande lacuna entre voar quando não há ninguém ao seu redor e voar em um ambiente onde há outras.”

Trapp apontou os veículos experimentais Vahana e City Airbus de demonstração eVTOL da Airbus como exemplos do compromisso contínuo da empresa com a AAM. “Aprendemos muito sobre o que [eVTOL] pode e não pode fazer. Investimos muito dinheiro e continuaremos a fazê-lo”, afirmou.

Quando os eVTOLs chegam ao mercado, Trapp os vê como complementares, em oposição a substituições para os helicópteros tradicionais. “Tudo de [AAM] é complementar”. Trapp disse que é improvável que os eVTOLs possam substituir os helicópteros convencionais quando se trata de certos tipos de operações, como busca e resgate. “Quando veremos uma operação de içamento com um eVTOL?” ele perguntou retoricamente. “Ainda temos um longo caminho a percorrer.”

Foto: Divulgação

 



SAIBA MAIS

Aviação Civil

06/04/2021


Etihad decola para Israel: aérea dos Emirados Árabes Unidos lança voo inaugural para Tel Aviv   O serviço inaugural da Etihad Airways para a cidade israelense partiu do Aeroporto Internacional de Abu Dhabi às 10h13 desta terça-feira (06/04), com destino ao Aeroporto Internacional Ben Gurion. Aterrou às 12h19 locais, onde foi saudada com uma tradicional salva de canhões de água. "Obrigado por voar conosco no primeiro voo comercial de passageiros de Abu Dhabi para Israel", anunciou o capitão quando o avião atingiu a pista. A bordo estava Mohamed Al Khaja, o primeiro embaixador dos Emirados Árabes Unidos em Israel, Eitan Na'eh, chefe da missão na Embaixada de Israel em Abu Dhabi, e Tony Douglas, presidente-executivo da Etihad Airways. Na recepção de boas-vindas no aeroporto de Tel Aviv houve discursos de Al Khaja, Douglas e Shmuel Zakay, presidente-executivo do Aeroporto Internacional Ben Gurion. "Hoje marca o vôo inaugural da Etihad Airways de nossa amada capital, Abu Dhabi, para Tel Aviv, o vôo em que cheguei para iniciar minhas funções como o primeiro embaixador dos Emirados Árabes Unidos em Israel", disse Al Khaja. "Desde a assinatura do Acordo de Abraão entre Israel e os Emirados Árabes Unidos no verão passado, os dois países trabalharam juntos para embarcar em uma nova e dinâmica era de cooperação. Desde a exploração de oportunidades de comércio e investimento até o envolvimento na cultura e de pessoas para intercâmbio de pessoas, Israel e os Emirados Árabes Unidos agiram rapidamente para tornar realidade a visão ousada que primeiro sustentou os acordos. " O voo EY598 marca o lançamento de serviços regulares entre Abu Dhabi e Israel, com a Etihad inicialmente definida para operar dois voos semanais entre as cidades. Os voos serão operados em Boeing 787-9 Dreamliner, com 290 assentos: 262 na classe econômica e 28 na classe executiva. Israel foi adicionado à Lista Verde de Abu Dhabi na segunda-feira, o que significa que os viajantes que voam para a capital não precisarão mais ficar em quarentena na chegada. Além de se conectar aos Emirados Árabes Unidos, os passageiros que viajam de Tel Aviv com a Etihad poderão se conectar a 35 destinos, incluindo as principais cidades da Ásia, o subcontinente indiano e a Austrália. Foto: Etihad  


Industria

06/04/2021


Textron Aviation entrega a 600ª aeronave da família Cessna Citation CJ3   A Textron Inc., representada no Brasil pela TAM Aviação Executiva, anunciou nesta segunda-feira, (05/04), a entrega da 600ª aeronave Cessna Citation CJ3, para um cliente na América do Norte. O Citation CJ3+ possui a mais recente tecnologia na cabine e no cockpit, proporcionando conforto e produtividade incomparáveis​​para os passageiros, além de operação intuitiva e eficiente para operação com um único piloto − perfeita para proprietários-operadores − ou operações tradicionais com dois pilotos.  "Desde que se juntou à família Citation, a série Citation CJ3 provou ter um desempenho incrível para clientes em todo o mundo, com conectividade, excelente alcance e eficiência operacional, o que a coloca no topo de sua categoria", disse Lannie O´Bannion, vice-presidente sênior de vendas globais e operações de voo. "O CJ3+ continua tendo um excelente desempenho devido à sua versatilidade, pois as limitações do Covid-19 levaram os clientes a procurar alternativas para viagens comerciais", completa.  O presidente da TAM AE, Leonardo Fiuza, concorda com esse sucesso. "No Brasil, o CJ3 é um sucesso de vendas. Com versatilidade, segurança e conforto, o jato tem alcance de até 2.040 milhas náuticas (3.778 km) e é ideal para voos entre as principais cidades do país, sem escalas. Sem falar na economia que o modelo oferece tanto em manutenção quanto em consumo de combustível".  Foto: Divulgação  



Publicidade