Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

Helisul vai comercializar o FastFin

Helisul vai comercializar o FastFin

 

A Helisul assinou contrato de representação para venda e instalação dos produtos da BLR no Brasil. O equipamento, que aumenta a produtividade dos helicópteros e reduz a fadiga do piloto em operações especiais já foi instalado em duas aeronaves da empresa e os resultados são bastante animadores.

A empresa BLR é fabricante do FastFin® Tail Rotor Enhancement and Stability System para os helicópteros Airbus H125, disponível também para os modelos AS350B2 e AS350B3. O FastFin usa gerenciamento avançado de fluxo de ar para aumentar a eficácia do sistema anti-torque do H125 aumentando significativamente a capacidade de carga e a estabilidade do helicóptero.

“Estamos muito contentes com a novidade porque já instalamos em dois helicópteros de nossa frota: um AS350B2 e um H125 e comprovamos as significativas melhorias de desempenho. Entre elas, a redução da carga de trabalho do piloto, especialmente nos voos pairados que demandam muito o uso dos pedais, para controle do rotor de cauda, aumento da capacidade de carga útil da aeronave de 30 a 60 kg, muito necessária não só para operações policiais como também para missões de carga externa e combate a incêndios. E ainda e a redução dos custos de manutenção na transmissão de cauda devido a proteção térmica provida pelo FastFin contra o calor gerado pela exaustão dos gases do motor”, disse Luis Carlos Munhoz da Rocha, diretor comercial da Helisul.

Isso é apenas o começo. Com a certificação na Europa do sistema de gerenciamento do motor da Thales (VMD) o ganho em capacidade de carga útil para o H125 com o FastFin vai chegar a 20%, ficando entre 150 e 190 kg. “Ou seja, vamos ter helicópteros de menor porte com capacidade de um de grande helicóptero, o que representa enorme ganho de produtividade para os operadores e benefício para o cliente”, disse o diretor.

A frota atual da Helisul é composta por mais de 50 aeronaves, entre helicópteros e aviões. Mais informações em www.helisul.com

Foto: Divulgação

 



SAIBA MAIS

Industria

15/03/2021


Celera 500L, o avião executivo com excepcional eficiência de combustível   O Celera 500L é um novo concorrente no mercado de aviões executivos e é o reprojeto mais radical de uma aeronave que vimos em muitas décadas. Não só parece futurista, mas também promete alcançar eficiência de combustível, alcance e custos operacionais que colocam seus concorrentes na sombra. Idealizado por William Otto, fundador da empresa de investigação de acidentes de aviação Otto Laboratories, o Celera 500L é uma estranha aeronave semelhante a um dirigível, com capacidade para seis passageiros, que promete sacudir o mundo da aviação privada. A Otto Aviation diz que a aeronave terá um longo alcance, cruzeiro rápido e custos operacionais mais baixos, abrindo as viagens em aviões executivos para um mercado mais amplo de passageiros. O corpo em forma de zepelim pode ser incomum de se olhar, mas o princípio da Celera é aproveitar ao máximo o fluxo laminar. Esta é a solução de arrasto mínimo para superfícies de aeronaves, criando camadas de fluxo de ar suaves com pouca ou nenhuma mistura ocorrendo. O design do corpo da Celera foi criado para otimizar a relação comprimento/largura e para maximizar o fluxo laminar. O resultado final é uma redução de 59% no arrasto em comparação com uma aeronave tradicional de tamanho semelhante. A Otto Aviation diz que isso não terá uma boa escala para uma aeronave maior, então não espere nenhum avião comercial do tipo dirigível tão cedo. Mas para uma aeronave do tamanho do Celera, é a solução ideal, e com custos operacionais podem chegar a US$ 328 por hora, em comparação com os US$ 2.100 por hora de um avião a jato comparável. Em termos de suas outras estatísticas, a Celera pode acompanhar a concorrência no mercado de jatos executivos e de passageiros. A velocidade do cruzeiro é projetada em mais de 740 km/h, com um alcance de 8.335 km. Embora leve apenas seis passageiros, eles podem descansar com conforto com uma altura de cabine de 1,85 m e um layout totalmente em classe executiva. O motor é um Red A03, de seis cilindros V12 refrigerado a líquido. A certificação do motor já foi concedida pela EASA e pela FAA, incluindo a operação do Jet A1 e do biodiesel. A empresa já realizou mais de 30 voos de teste com sucesso e tem como meta entrar em operação por volta de 2023 - 2025. Este ano, a Otto Aviation pretende iniciar o processo de Certificação FAA para a aeronave e criar sua carteira de pedidos inicial. Foto: Divulgação          


Aviação Civil

15/03/2021


Emirates aumenta parceria com a TAP Air Portugal   A Emirates e a TAP Air Portugal assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) para aumentar o escopo de sua atual parceria de codeshare. Em um comunicado divulgado pela Emirates hoje, ele afirma que os clientes de ambas as companhias aéreas se beneficiarão da conectividade perfeita em muitas novas rotas nas Américas, Norte da África e Leste Asiático. Paralelamente, a TAP Air Portugal e a Emirates irão explorar opções para reforçar a sua cooperação no que diz respeito aos seus programas de passageiro frequente, incluindo a utilização de lounges e o ganho e resgate recíproco de milhas aéreas. Além disso, ambas as companhias aéreas apoiarão os programas de escalas uma da outra em Lisboa, Porto e Dubai. A Emirates também apoiará a TAP Air Portugal em uma expansão nos Emirados Árabes Unidos e além. O novo contrato está previsto para começar em 1º de maio de 2021. Ele fornecerá aos clientes reserva, emissão de bilhetes e benefícios de viagens sem impedimentos em 70 destinos nas redes internacionais e domésticas de ambas as companhias aéreas, sujeitos a aprovações regulatórias. “A TAP Air Portugal tem o prazer de reforçar a nossa parceria com a Emirates, permitindo aos nossos hóspedes um maior acesso geográfico. Estamos ansiosos para levar os clientes da Emirates para mais cidades em Portugal, para nossos destinos nas Américas e no Norte da África, e para que eles se beneficiem de nosso programa Stopover Portugal.” Foto: Divulgação    



Publicidade