Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

Empresa de leasing diz à Boeing para resolver problemas do 787 antes de pensar num novo avião

Empresa de leasing diz à Boeing para resolver problemas do 787 antes de pensar num novo avião

 

Durante sua teleconferência de resultados, John Plueger, CEO da Air Lease Corporation, disse que a Boeing deveria se concentrar em colocar sua própria casa em ordem.

Nos últimos meses, muito se falou sobre onde a Boeing deveria centrar seus próximos esforços de pesquisa e desenvolvimento. No momento, o fabricante tem duas lacunas no mercado que precisam ser preenchidas. A primeira é a de um avião de fuselagem convencional; um design limpo para substituir o 737 de 70 anos. A segunda é uma solução intermediária do mercado para preencher o espaço deixado pela aposentadoria dos 757 e 767.

Muitos acreditam que a vantagem que a Airbus tem no setor de um corredor, com o A321LR e o XLR significa que a Boeing já perdeu o barco e, portanto, deve se concentrar na substituição de um corpo widebody.

“Queremos que a Boeing ... conserte sua casa, que a coloque em ordem. Os atrasos do 787 estão nos afetando, assim como o resto das entregas e o processo de fabricação. A Boeing passou por um período tremendamente difícil e, embora certamente tenha feito muito progresso, a verdade nua e crua é que precisamos que eles consertem o restante de sua casa antes de termos qualquer interesse em falar sobre novas aeronaves.”

Foto: Divulgação

 



SAIBA MAIS

Aviação Civil

23/02/2021


Eastern Airlines planeja operar com Boeing 777 cargueiros   A aérea de baixo custo opera atualmente 10 aeronaves, mas em um processo do Departamento de Transporte dos Estados Unidos anunciou planos de expandir sua frota para 18 aeronaves, incluindo dois cargueiros B777-200 alugados que planeja operar em fretamentos de aeronaves, tripulação, manutenção e seguro (ACMI). A transportadora disse que a mudança faz parte dos esforços para garantir que todos os funcionários sejam totalmente utilizados. “Dada a pandemia, é especialmente importante que a Eastern tenha o tamanho certo para operar com eficiência máxima, o que não é possível com as atuais restrições da frota”, disse o documento. “Atualmente, tanto a tripulação de voo quanto o pessoal de manutenção estão subutilizados. Por exemplo, a Eastern pode operar todos os novos serviços programados mencionados abaixo sem adicionar qualquer tripulação de voo, pessoal de manutenção ou infraestrutura." Foto: Divulgação    


Industria

23/02/2021


NTSB descomissiona a reconstrução do Boeing 747 da TWA   O National Transportation Safety Board (NTSB) anunciou seus planos de descomissionar a reconstrução dos destroços recuperados do voo 800 da TWA. Isso ocorre enquanto a agência se prepara para o fim do arrendamento do seu Centro de Treinamento NTSB em Ashburn, Virgínia. O vôo 800 da TWA explodiu 12 minutos após a decolagem e por quase 20 anos, o NTSB usou os destroços junto com outras ferramentas no hangar de 2.800 m2 quadrados para ajudar a treinar seus investigadores de acidentes com aeronaves. Graças aos avanços tecnológicos, como varredura 3-D e imagens de drones aéreos, uma reconstrução em grande escala da aeronave para fins de treinamento não é mais necessária. Foto: Divulgação    



Publicidade