Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

Rolls-Royce planeja cortar pelo menos 9.000 empregos devido a pandemia

Rolls-Royce planeja cortar pelo menos 9.000 empregos devido a pandemia

A fabricante de motores Rolls-Royce anunciou que planeja cortar pelo menos 9.000 empregos ou mais de um sexto de sua força de trabalho, em razão da crise no setor de economia e aviação do Reino Unido causado pela pandemia do COVID-19. A empresa também afirmou que pode fechar fábricas à medida que encolhe para se adequar ao mercado menor que espera emergir da crise, de acordo com as informações publicadas pela Reuters. As companhias aéreas estão entre os negócios mais atingidos pelos bloqueios para conter a crise sanitária, com as viagens aéreas de passageiros virtualmente parando. Os 9.000 empregos, de uma equipe global de 52.000 funcionários, serão provenientes na maior parte dos negócios aeroespaciais civis da companhia, que geram pouco mais da metade de sua receita anual de US$ 18 bilhões. Prevendo que as viagens aéreas não se recuperem por três a cinco anos, a fabricante está se preparando para que a atividade de aviação seja cerca de um terço menor do que em 2019.




Publicidade