Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

Boeing prevê US$ 1,5 trilhão em aviões e serviços comerciais no sudeste da Ásia

Boeing prevê US$ 1,5 trilhão em aviões e serviços comerciais no sudeste da Ásia

A fabricante norte-americana Boeing divulgou um novo estudo de mercado onde as companhias aéreas do sudeste da Ásia precisarão de 4.500 novos aviões nos próximos 20 anos, avaliados em US$ 710 bilhões. Os modelos de corredor único continuam sendo o principal fator de crescimento da capacidade na região. Esse aumento ajuda a estimular a demanda por serviços de aviação comercial, cuja previsão é de US$ 785 bilhões entre 2019 e 2038. Embora os aviões de corredor único dominem a previsão, essa região também exigirá uma quantidade significativa de modelos de grande porte, em termos de valor e número de unidades. A demanda é impulsionada pelas empresas aéreas que se adaptam ao ambiente de negócios em evolução e às novas oportunidades de expansão de longo curso. Os aviões de grande porte representarão 19% das novas entregas, permitindo que as transportadoras atendam a novos pares internacionais de cidades de longo alcance. O crescimento da aviação na região deve levar à necessidade de 182.000 pilotos comerciais, tripulação de cabine e técnicos para voar e manter a frota. Essa demanda é projetada com base em uma combinação de novas entregas de aeronaves, taxas anuais de utilização, requisitos de tripulação por região e regulatórios. No setor de carga aérea, após queda em 2019, os volumes globais de frete deverão se recuperar em 2020, devido em grande parte à sólida produção industrial e ao comércio mundial. A longo prazo, projeta-se que o segmento cresça 4,2% durante o período previsto. Os cargueiros continuarão sendo a espinha dorsal do setor, com a necessidade de 1.040 aparelhos novos e 1.780 convertidos nos próximos 20 anos. Em todo o mundo, a Boeing projeta a necessidade de 44.040 novos aviões comerciais no valor de US$ 6,8 trilhões e a demanda por serviços de pós-venda de US$ 9,1 trilhões nos próximos 20 anos. A previsão completa está disponível em http://www.boeing.com/cmo .




Publicidade