Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

Boeing estima que o retorno do 737 MAX ao serviço ocorra no meio do ano

Boeing estima que o retorno do 737 MAX ao serviço ocorra no meio do ano

A fabricante norte-americana Boeing divulgou declaração afirmando que a FAA e outros reguladores globais determinarão quando o modelo 737 MAX retornará ao serviço. No entanto, para ajudar aos clientes e fornecedores a planejar suas operações, periodicamente a empresa fornece a melhor estimativa de quando os reguladores começarão a autorizar a volta das operações do jato. Dessa forma, a companhia está informando às companhias que atualmente estima que os voos começarão novamente no meio de 2020. Essa projeção atualizada é informada pela experiência da fabricante até o momento com o processo de certificação. Está sujeita às tentativas contínuas de lidar com riscos conhecidos do cronograma e desenvolvimentos adicionais que possam surgir em conexão com o processo de certificação. Ele também explica o rigoroso escrutínio que as autoridades reguladoras estão aplicando corretamente em todas as etapas de sua revisão do sistema de controle de voo do 737 MAX e do processo que determina os requisitos de treinamento dos pilotos. Devolver o modelo com segurança ao serviço é a prioridade número um da Boeing, que reconhece as dificuldades contínuas que a manutenção em solo representa a seus operadores, reguladores, fornecedores e público em geral. Mais informações em www.boeing.com. 




Publicidade