Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

Air France convida viajantes a votarem em projetos de compensação de carbono

Air France convida viajantes a votarem em projetos de compensação de carbono

Como parte de sua iniciativa de compensar 100% das emissões de CO2 em seus voos domésticos, a companhia aérea Air France oferece a seus viajantes a possibilidade de votar em um projeto de sua escolha. O programa que receber o maior número de votos será incluído na iniciativa de compensação global da empresa. Desde 1º de janeiro, os passageiros podem voar de maneira neutra em carbono pela França, em razão da decisão da transportadora em compensar proativamente 100% das emissões em seus voos domésticos. Concretamente, as emissões de 450 voos por dia e 57.000 viajantes estão sendo compensadas. Essa iniciativa assume a forma de participação em projetos nas áreas de reflorestamento, preservação de florestas e biodiversidade e energias renováveis, todos certificados pelos padrões internacionais mais exigentes. Localizado na ilha de Marajó, no delta do rio Amazonas, um destes projetos contribui para o combate ao desmatamento da floresta, propondo atividades econômicas alternativas às populações locais. Seus objetivos são substituir a exploração de madeira por outras atividades mais responsáveis e geradoras de renda, reduzir as emissões de gases de efeito estufa e incentivar o desenvolvimento de práticas agrícolas mais sustentáveis. Outro programa fotovoltaico no Senegal permite às populações que atualmente não têm acesso à eletricidade tirar proveito de uma fonte de energia limpa e renovável. Estabelecida na região de Saint-Louis, a usina solar de Bokhol é o primeiro programa fotovoltaico desenvolvido no país e um dos maiores da África Ocidental. Este projeto fornece a 160.000 pessoas acesso a energia limpa e acessível. Além de seus benefícios ambientais, promove a criação de empregos locais e o desenvolvimento econômico sustentável. Um programa de produção de biogás no Vietnã desenvolvendo uma nova fonte de energia a partir de resíduos treina trabalhadores locais na construção e manutenção de digestores, que fornecem às comunidades rurais energia limpa e acessível produzida a partir de resíduos. Impede que mais de meio milhão de toneladas de CO2 entrem na atmosfera a cada ano. Além disso, a redução da dependência da lenha ajuda a proteger as florestas locais. Os votos podem ser enviados até o próximo dia 17 de janeiro em uma página dedicada, que apresenta todos os projetos apoiados pela Air France. Ao mesmo tempo, outros oito programas em quatro continentes foram selecionados e lançados em parceria com a EcoAct, pioneira em compensação de carbono na França, para implementar o novo compromisso da empresa. Mais informações disponíveis no portal eletrônico https://www.airfrance.fr/FR/fr/local/page_flottante/air-france-projets-clients.htm



SAIBA MAIS

Industria

30/07/2019


Airbus inaugura unidade para produção de satélites em quantidade A OneWeb Satellites, uma joint venture da OneWeb e da fabricante europeia Airbus, inaugurou a primeira instalação do mundo para a produção em grande quantidade e em alta velocidade de satélites avançados para levar conexão de internet transformadora para todos em todos os lugares. Historicamente, satélites são construídos sob medida, custando dezenas de milhões de dólares para serem produzidos e mais de um ano para a conclusão de apenas um.


Industria

30/07/2019


Boeing anuncia doação ao Instituto Ayrton Senna para beneficiar 2 milhões de estudantes A fabricante norte-americana Boeing anunciou que investirá na parceria com o Instituto Ayrton Senna para impulsionar a educação integral nos próximos três anos. Os fundos de investimento do programa, que vai ajudar mais de 2 milhões de crianças em idade escolar e jovens com uma educação de qualidade que constrói as habilidades necessárias. 


Industria

30/07/2019


Número de passageiros transportados em voos internacionais bate recorde no semestre Dados do relatório de demanda e oferta do transporte aéreo divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil mostram que, no acumulado do primeiro semestre deste ano, o número de passageiros pagos transportados em voos internacionais realizados por empresas brasileiras foi o maior dos últimos 20 anos, desde o início da série histórica. Nos seis primeiros meses de 2019, mais de 4,6 milhões de passageiros voaram para destinos internacionais.



Publicidade