Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

Airbus e China reforçam parceria de longa data

Airbus e China reforçam parceria de longa data

A fabricante europeia Airbus e a China estão fortalecendo sua parceria de longa data, já que os dois lados se comprometem a aprofundar e ampliar a cooperação no setor de aviação com a assinatura de um memorando de entendimento sobre o desenvolvimento da cooperação industrial. De acordo com o documento, os dois lados concordaram em tomar medidas práticas e eficazes para novas iniciativas relacionadas a aeronaves de corredor único e de corpo largo. Como parte do objetivo da Airbus de atingir uma taxa de produção global da Família A320 de 63 aeronaves por mês em 2021, a linha de montagem final de Tianjin continuará no caminho para aumentar sua produção para seis aeronaves por mês até o final deste ano, o que representará um aumento de 50% em comparação com o design original. Os recursos do A350 XWB serão estendidos para o centro de conclusão e entrega da Airbus em Tianjin a partir do segundo semestre de 2020. A unidade está programada para entregar sua primeira aeronave do tipo até 2021. O potencial de aviação da China é enorme, pois enquanto o mercado interno deve se tornar o maior do mundo, o tráfego internacional de e para a China quase dobrou nos últimos 10 anos. Segundo estudo da fabricante, a China deverá exigir 7.560 novas aeronaves nos próximos 20 anos. Até o momento, 450 aeronaves da Família A320 foram entregues de Tianjin aos clientes chineses e asiáticos da Airbus. 




Publicidade