Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

Delta investe US$ 2 milhões em estudo de instalações potenciais para produzir biocombustível

Delta investe US$ 2 milhões em estudo de instalações potenciais para produzir biocombustível

A companhia aérea Delta Air Lines anunciou que está investindo US$ 2 milhões no estudo de viabilidade de uma instalação de produção de biocombustíveis e outros produtos derivados. O combustível sustentável, que deve ser produzido em uma instalação no estado de Washington, poderá ser usado nas operações da empresa nas estações de Seattle, Portland, San Francisco e Los Angeles. O projeto utilizaria depósitos de resíduos de madeira e talha da floresta para produzir o biocombustível, que se qualificaria sob um caminho de redução de carbono aprovado e reconhecido pela Sociedade Americana de Testes e Materiais (ASTM). A unidade planeja a primeira entrega do combustível até o final de 2023. A transportadora espera que o estudo de viabilidade seja concluído até meados de 2020. Nesse momento, a Delta avaliará os próximos passos para avançar no desenvolvimento do projeto. Desde 2005, a companhia reduz o consumo de combustível de aviação, levando a uma diminuição de 11% nas emissões, à medida que trabalha em direção ao objetivo de longo prazo de reduzir as emissões de carbono em 50% até 2050.




Publicidade