Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

Sistema da Inmarsat é aprovado pela FAA para operações e comunicações de segurança

Sistema da Inmarsat é aprovado pela FAA para operações e comunicações de segurança

A empresa de comunicações móveis globais por satélite Inmarsat anunciou a aprovação final da Autoridade Federal de Aviação dos EUA (FAA) para sua plataforma digital SB-S de operações e segurança de linhas aéreas. O órgão validou a capacidade do sistema em oferecer suporte aos serviços de tráfego aéreo, fornecendo comunicação direta de dados entre os pilotos e o Controle de Tráfego Aéreo (ATC). A carta de aprovação destaca o potencial futuro deste serviço, afirmando que a tecnologia SB-S oferece diversidade e potencial para avanços de capacidade que maximizarão ainda mais as vantagens operacionais e garantirão a segurança. A aprovação segue uma extensa avaliação do programa pelas companhias aéreas Hawaiian e United entre junho de 2015 e julho de 2018 em aproximadamente 25.000 voos e sete tipos de aeronaves. Entre os parceiros da Inmarsat na fase de avaliação estão a Cobham Aerospace Communications, a Collins Aerospace, a SITAONAIR, a ASG e a L2. A transportadora Shenzhen Airlines também está usando o SB-S e a plataforma também foi escolhida pela fabricante Airbus como solução de instalação na linha de montagem em suas famílias A320 e A330. Combinando tecnologia de satélite de última geração com conectividade IP segura, é a primeira e única solução global de banda larga para comunicações operacionais e de segurança de aeronaves, impulsionando a transformação digital no setor de companhias aéreas. Entre as vantagens operacionais estão a gestão aprimorada da frota e da tripulação, manutenção preditiva, gestão de interrupções e monitoramento da integridade da aeronave por meio de aplicativos para a Maleta Eletrônica de Voo (EFB), que podem reduzir significativamente os atrasos dos voos e o consumo de combustível. Entre os benefícios de segurança estão comunicações aprimoradas com o ATC, comunicações digitais de dados e voz e streaming de gravador de dados de voo (Black Box). Os planos de voo e os horários de chegada também podem ser otimizados com a identificação das aeronaves em quatro dimensões, conhecidas como operações em quatro dimensões (4D), com latitude, longitude, altitude e tempo. A solução IP fornecida pelo SB-S da Inmarsat também funciona para programas de modernização do tráfego aéreo, como o plano mestre de Pesquisa de ATMs do Céu Único Europeu (SESAR) e o NextGen nos EUA. Além disso, o programa alimenta o Iris, um projeto da Inmarsat e da Agência Espacial Europeia (ESA), que utiliza comunicação por datalink baseada em satélite para melhorar e modernizar a gestão do tráfego aéreo no espaço aéreo europeu. 



SAIBA MAIS

Industria

12/10/2018


Helibras entrega dois helicópteros H135 para a Líder Aviação A fabricante Helibras anunciou a entrega de dois helicópteros H135 para a empresa Líder Aviação. A assinatura do contrato aconteceu no início do segundo semestre deste ano e contempla o fornecimento dos aparelhos configurados para operações de offshore como transporte de passageiros e missões de evacuações médicas no mercado Oil & Gas.


Industria

12/10/2018


Passageiros querem mais informações, automação, controle e privacidade A Associação Internacional de Transporte Aéreo anunciou os resultados de sua Pesquisa Global de Passageiros (GPS) de 2018, que mostrou que os viajantes buscam novas tecnologias para lhes dar mais controle, informações e melhorar a eficiência quando viajam. Com base em 10.408 respostas de 145 países, a pesquisa forneceu informações sobre o que os passageiros gostariam de ter com sua experiência de viagem aérea.


Industria

12/10/2018


Tarifa aérea doméstica teve redução de 3,9% no segundo trimestre do ano De acordo com o relatório publicado pela Agência Nacional de Aviação Civil, o preço médio da tarifa no segundo trimestre do ano (atualizada pela inflação) foi de R$ 321,78. O valor representa uma redução de 3,9% em relação ao mesmo período do ano passado, quando ficou em R$ 334,84. Este é o quarto ano seguido em que o indicador do segundo trimestre apresenta redução no preço médio. No acumulado do primeiro semestre do ano, o preço médio da tarifa aérea ficou em R$ 342,94, registrando um aumento da ordem de 1,5% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a tarifa média fechou em R$ 337,84.



Publicidade